O PicPay é um aplicativo de pagamentos a fim de facilitar transações financeiras entre usuários, tanto em compras de serviços online quanto em transferências e pagamentos.

Todas as transações são feitas pelo celular, onde o aplicativo funciona como uma carteira eletrônica, em que o usuário pode transferir dinheiro para contatos, fazer compras em estabelecimentos credenciados e até investir. Os valores têm rendimento diário de 100% do CDI.

Imagem: Divulgação PicPay.
Imagem: Divulgação PicPay.

O cliente pode cadastrar cartões de crédito ou adicionar dinheiro da sua conta corrente para a carteira do aplicativo. O PicPay Card, cartão digital, rende até 5% de cashback e as promoções oferecem dinheiro de volta.

O que é e como funciona o PicPay

O PicPay é uma fintech brasileira e tem como objetivo facilitar as finanças e trabalhar a maneira como os usuários se relacionam com o dinheiro.

Iniciado em 2012, o aplicativo é simples, no qual tem a possibilidade de pagar e receber tudo usando o celular.

As transações entre os usuários e estabelecimentos cadastrados são práticas, basta cadastrar um cartão de crédito ou adicionar dinheiro na conta por meio de boleto ou transferência bancária para começar a usar. Também é possível pagar contas e parcelar compras usando o aplicativo. O cliente pode transferir o dinheiro da sua carteira para uma conta bancária sem nenhum custo e com o valor mínimo de R$ 5,00 por solicitação.

É seguro deixar o dinheiro rendendo no PicPay?

Segurança

No PicPay, todas as normas e padrões de segurança de dados PCI são seguidas. As informações recebidas pelo aplicativo são criptografadas e armazenadas em servidores seguros. Para realizar qualquer transação financeira pelo aplicativo, precisa da autenticação com a senha pessoal cadastrada ou a identificação digital do usuário.

Taxas

Nas contas pessoais, os recebimentos de valores não possuem taxas, porém, existe um limite de envio de dinheiro de R$ 800,00 por mês. Caso passe desse valor, o PicPay cobra uma tarifa de 1,99% da parte excedente. Já nos casos de parcelamentos, a taxa cobrada é de 3,49% ao mês. Para usuários PRO, há um tributo de 1,99% sobre os valores recebidos.

Movimentação de conta

No PicPay, o usuário tem duas formas para depositar dinheiro na sua conta, sendo elas pelo boleto ou transferência bancária (TED ou DOC). Para a opção boleto, o aplicativo gera um código de pagamento na tela e disponibiliza o mesmo no e-mail cadastrado. O dinheiro leva até dois dias úteis para entrar na conta PicPay após o pagamento do boleto bancário.

Para transferências via TED, o prazo é de uma hora na sua conta, e para DOC, o prazo é de até um dia útil.

PicPay Card

O PicPay Card é o cartão de crédito digital do PicPay. O cliente pode solicitar o cartão e usar o limite de crédito liberado para fazer pagamentos com o aplicativo ou com o cartão físico.

Quem estabelece a data de fechamento da fatura e o pagamento pode ser feito via saldo, no próprio aplicativo, ou por um boleto que será enviado para o e-mail cadastrado.

Se o pagamento for feito com o saldo do aplicativo, o limite do cartão é liberado na hora. Caso o pagamento seja via boleto, o limite pode levar até até três dias úteis.

O PicPay é sem taxa e sem anuidade para contratar e o serviço de crédito, e a empresa oferece até 5% de cashback nas transações com o PicPay Card.

Parcelamento de contas

Imagem: Divulgação PicPay.
Imagem: Divulgação PicPay.

No PicPay é possível realizar pagamentos parcelados, desde que o estabelecimento tenha essa opção. Basta selecionar um cartão de crédito, digitar o valor e escolher o número de parcelas, no canto superior direito da tela. Os valores já são mostrados com as taxas incluídas.