O site do Governo Federal que se destina para a devolução do auxílio emergencial, saiu do ar. Por conta disso, milhares de cidadãos não estão conseguindo devolver os valores. De acordo com os técnicos de sistema, o retorno do mesmo deve ocorrer apenas na sexta-feira, 8 de outubro, às 18h.

Ao entrar no site, a seguinte nota aparece: “Pedimos desculpas pelo inconveniente, mas o sistema está em manutenção. Previsão de retorno amanhã, dia 08/10/2021 às 18:00. Obrigado”. Diante disso, a emissão dos boletos para devolver o auxílio está suspensa té amanhã.

Devolução do auxílio emergencial

Em torno de 627 mil pessoas receberam a notificação na última segunda-feira (04) e terça-feira (05), do Ministério da Cidadania, para que os valores pagos pelo auxílio emergencial, sejam devolvidos.

Os avisos foram feitos através de mensagens de SMS. Em resumo, as mensagens foram enviadas para os cidadãos que, ao declararem o Imposto de Renda, geraram DARF para a restituição da parcela do auxílio. Entretanto, ainda não fizeram o pagamento. Ademais, os cidadãos que ganharam os recursos sem ter direito também foram notificados.

Vale ressaltar, que as mensagens possuem o número do CPF dos destinatários. Além disso, o link para redicionamento tem gov.br. Os números de envio sempre são 28041 ou 28042.

Como devolver o auxílio emergencial?

Em suma, quem recebeu a mensagem relativa às DARFs em aberto, precisam fazer o pagamento o quanto antes. Ou ainda, acessar o link disponibilizado para denunciar a fraude, se for o caso.

Por outro lado, quem não tem DARF em aberto, ou seja, que devem devolver os valores do benefício, precisam entrar no site do Ministério da Economia (assim que a página voltar a funcionar) e emitir a GRU.

Por fim, o documento pode ser pago nos vários canais de atendimento do Banco do Brasil. Ou ainda, em outras instituições, caso a opção seja selecionada durante a emissão da guia no sistema.