Recenetemente, a Caixa Econômica Federal lançou uma modalidade de empréstimo no Caixa Tem. Em suma, o banco digital vai oferecer microcréditos de R$ 300 a R$ 1 mil para até 100 milhões de pessoas. Entretanto, há um detalhe que desagradou muitos clientes: os beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial não podem contratar os microcréditos. Isso se deve, por questões legais e técnicas. Abaixo, confira todos os detalhes, e confira o porquê dessa exclusão.

Empréstimo Caixa Tem

O empréstimo no Caixa Tem disponibiliza duas modalidades de empréstimo. Enquanto um é para o uso pessoal, o outro é para uso produtivo. Em ambos os casos, a Caixa vai cobrar uma taxa de juros de 3,99% ao mês. Já o pagamento, pode ser feito em até 24 vezes. A solicitação do empréstimo pode ser feita diretamente no aplicativo Caixa Tem.

Na primeira modalidade, o empréstimo pessoal se destina para o uso de despesas pessoais. Enquanto isso, o empréstimo produtivo se destina para o investimento em negócios e/ou empreendimentos. O objetivo é estimular a abertura do próprio negócio, bem como a independência financeira do cliente.

O valor disponibilizado no empréstimo no Caixa Tem, varia entre R$ 300 a R$ 1 mil. O valor pode variar, de acordo com o histórico financeiro pessoal, e/ou do negócio e os dados no cadastro do usuário. Além disso, a Caixa faz uma análise da situação do solicitante junto ao Serasa e ao SPC. Ou seja, a pessoa não pode ter o nome negativo.

Calendário de atualização do Caixa Tem

Para poder pedir o empréstimo no Caixa Tem, os clientes devem atualizar o cadastro no app. A atualização é liberada de forma gradual, de acordo com o mês de aniversário do usuário, seguindo o calendário abaixo:

  • Janeiro e fevereiro: 27/9;
  • Março e abril: 18/10;
  • Maio e junho: 8/11;
  • Julho e agosto: 29/11;
  • Setembro e outubro: 13/12;
  • Novembro e dezembro: 27/12.

Ademais, os novos clientes também podem atualizar os dados, de acordo com o calendário acima. Entretanto, há uma pequena mudança para os nascidos entre janeiro e junho: eles podem atualizar os dados no dia 08 de novembro.

Inscritos no Bolsa Família não tem acesso ao empréstimo no Caixa Tem

De acordo com a Caixa, o seguinte público pode solicitar o empréstimo no Caixa Tem:

  • Autônomo (ou seja, trabalhadores sem carteira de trabalho assinada);
  • Beneficiários de programas sociais;
  • Destinatários de políticas públicas de distribuição de renda;
  • Assalariados.

Entretanto, os beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial não podem contratar o empréstimo no Caixa Tem. De acordo com presidente da Caixa, Pedro Guimarães, “As pessoas que vão receber auxílio (emergencial) não terão esse crédito. Por quê? Porque elas não têm condições de pagar”.

Ademais, a Caixa justifica que a exclusão desse público ocorre por conta de questões legais e técnicas. Exemplo disso, é a transformação da conta poupança social em conta digital. De acordo com a instituição, ao pedir o crédito, a conta passa de Poupança Social Digital Caixa para Poupança Digital+.

Sendo assim, o processo de atualização cadastral no Caixa Tem, que é necessário para tomar o empréstimo, cancela o cartão do Bolsa Família. Por conta disso, não é possível receber o benefício e ter acesso ao empréstimo no Caixa Tem.