As principais dificuldades em investir focando nos dividendos são a resiliência dos aportes e a escolha de boas empresas pagadoras de proventos. Naturamente, existem aquelas companhias já visadas pelos investidores, dada a estrutura consolidada do empreendimento e a qualidade (e frequência) das remunerações aos acionistas, como é o caso da Taesa, Isa Cteep, Itaúsa e a BB Seguridade (BBSE3).

Esta matéria é essencialmente dedicada a você que que deseja ter informações importantes sobre os rendimentos da BB Seguridade, uma grande empresa que é o braço de seguros e previdência do Banco do Brasil (BBAS3) e que paga proventos duas vezes por ano. Veja abaixo o histórico de dividendos pagos (desde 2013) e saiba informações sobre os próximos pagamentos da companhia.

A Política de Dividendos da BB Seguridade (BBSE3)

Como regra, a BB Seguridade sempre paga dividendos de forma semestral, ou seja, a cada seis meses há um novo pagamento de proventos aos acionistas. Até é possível que haja proventos extras, mas a atual política de dividendos da companhia prevê dois pagamentos de dividendos por ano: um sendo relativo ao primeiro semestre do ano, e outro do segundo.

A quantia paga aos acionistas varia bastante e depende da situação financeira e operacional nos últimos meses. Valendo destacar que os dividendos são uma parte do lucro obtido pela empresa em determinado período. Desta forma, quanto maior for a lucratividade da companhia, melhor será os proventos pagos.

"Consideramos na definição da remuneração dos acionistas a situação de liquidez da Companhia, os investimentos estratégicos projetados e demais fluxos financeiros previstos para a Companhia", consta na política de dividendos da BB Seguridade.

A BB Seguridade (BBSE3) possui uma política de distribuição semestral de dividendos, desta forma, os acionistas recebem dois proventos por ano, em regra.

O Histórico de Dividendos da BB Seguridade (BBSE3)

Tendo em mente que a BB Seguridade anuncia dividendos de forma semestral, também é preciso conhecer alguns conceitos importantes antes de consultar o histórico de proventos da empresa.

Por sua vez, o payout é um indicador que traz o percentual do lucro líquido que foi destinado aos acionistas em forma de proventos. Desta forma, quanto maior o payout de uma empresa, mais robusta é a remuneração via dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP).

Outro indicador importante é o Dividend Yield (DY), que traz o percentual de quanto a ação pagou em proventos nos últimos doze meses, em comparação com sua cotação atual. Sendo que é comum encontrar rankings elaborados por especialistas em ações com as maiores pagadoras de proventos da B3, isso com base no Dividend Yield.

Por fim, outros dois conceitos necessários para o entendimento do histórico de proventos da BB Seguridade são a data-com e a data-ex, ambas estabelecidas pelo conselho administrativo de cada empresa. Veja o que elas significam:

  • Data-com ("Data de Corte", "Data de Referência" ou ainda "data-base"): é o último dia em que a compra das ações reflete direito de recebimento de dividendos e JCP. Então, se você quiser investir com foco em dividendos, precisa estar atento à data-com divulgada pela empresa;
  • Data-Ex: passada a data-com, as ações da empresa passam a ser negociadas na bolsa em Ex-JCP ou ex-dividendos, significando que se houver compra dos papéis a partir de tal dia, o acionista não receberá os proventos.

Finalmente, veja abaixo o histórico de pagamentos de proventos da BB Seguridade (BBSE3):

Ano base Período Data do pagamento Data-base Data-ex Montante
distribuído
(R$ mil)
Valor nominal
por ação (R$)
Valor atualizado
por ação(R$)
Payout (%)
2021 1S21 23/08/2021 11/08/2021 12/08/2021 1.040.024,090 0,520874997 0,520874997 60,1
2020 2S20 25/02/2021 11/02/2021 12/02/2021 948.017,17 0,474807524 0,476121434 47.0
2020 1S20 24/08/2020 12/08/2020 13/08/2020 1.747.565,14 0,875255324 0,875255324 95,0
2019 2S19 27/02/2020 13/02/2020 14/02/2020 3.790.316,38 1,898384336 1,910841223 83,0
2019 Redução de
capital
30/04/2020 09/01/2020 10/01/2020 2.700.000,00 1,352298117 1,352298117 -
2019 1S19 21/08/2019 09/08/2019 12/08/2019 1.778.339,68 0,890683481 0,898819266 85,0
2018 2S18 26/02/2019 14/02/2019 15/02/2019 1.352.078,43 0,677191430 0,683892528 85,0
2018 Dividendos
Extraordinários
02/01/2019 11/12/2018 12/12/2018 2.700.000,00 1,352301189 1,352301189 -
2018 1S18 21/08/2018 09/08/2018 10/08/2018 1.559.139,63 0,780898657 0,788043790 80,0
2017 2S17 06/03/2018 22/02/2018 23/02/2018 1.890.145,12 0,946683585 0,957634719 90,0
2017 1S17 22/08/2017 10/08/2017 11/08/2017 1.559.319,71 0,780988908 0,791637498 80,0
2016 2S16 02/03/2017 16/02/2017 17/02/2017 1.668.676,38 0,835756241 0,853030580 84,7
2016 1S16 24/08/2016 11/08/2016 12/08/2016 1.635.518,69 0,819149218 0,836099791 80,0
2015 2S15 07/03/2016 23/02/2016 24/02/2016 1.634.506,27 0,818637687 0,837774669 80,0
2015 1S15 25/08/2015 12/08/2015 13/08/2015 1.731.438,88 0,865729214 0,883769069 80,0
2014 2S14 26/02/2015 12/02/2015 13/02/2015 1.570.029,20 0,785018243 0,798497616 80,0
2014 1S14 29/08/2014 18/08/2014 19/08/2014 1.195.317,25 0,597661398 0,608557413 80,0
2013 2S13 26/02/2014 14/02/2014 17/02/2014 1.161.154,09 0,580577043 0,589650084 80,0
2013 1S13 30/08/2013 19/08/2013 20/08/2013 817.848,13 0,408924064 0,414787969 80,0

Quando a BB Seguridade vai pagar os próximos Dividendos em 2021?

A BB Seguridade (BBSE3) pagou uma quantia de R$ 1,04 bilhão em dividendos aos acionistas após a divulgação dos resultados referentes ao segundo trimestre deste ano (2T21), quando a companhia também anunciou os relatórios do primeiro semestre do ano (1S21). Nesses proventos, cada acionista recebeu em agosto um valor por ação de cerca de R$ 0,52 por ação.

Vale lembrar que os dividendos são pagos pela BB Seguridade de forma semestral, conforme a atual política de remuneração aos acionistas da companhia. Desta forma, como pode ser visto no histórico, o último provento foi relativo ao primeiro semestre de 2021 (1S21).

Então, o próximo pagamento de dividendos da BB Seguridade será referente ao segundo semestre de 2021 (2S21), respeitando a situação financeira da companhia no final do período, sendo que o pagamento da segunda remuneração do ano geralmente é feita em fevereiro do ano seguinte, como pode ser visto no histórico acima.

Por tradição, o anúncio dos proventos ocorre após a divulgação de resultados. Segundo o calendário corporativo, a BB Seguridade vai divulgar seus relatórios do 3T21 no dia 8 de novembro, antes da abertura do mercado.

Quem é a BB Seguridade (BBSE3)?

Constituída em 2012, a BB Seguridade é uma holding do setor de seguros controlada por uma das maiores instituições financeiras do país, o Banco do Brasil, hoje listado na B3 com a ação BBAS3 e que conta com mais de 60 mil unidades de atendimento físico - além de também integrar vias digitais.

A principal estratégia da BB Seguridade consiste em aproveitar a vasta base de clientes do Banco do Brasil, seu controlador, para comercializar diversos tipos de produtos, incluindo seguros, previdência aberta, títulos de capitalização e planos de saúde odontológica.

Marcando presença no mercado financeiro, a estreia da BB Seguridade (BBSE3) na Bolsa de Valores de São Paulo aconteceu em 29 de abril de 2013 após uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) que movimentou R$ 11,5 bilhões, o que foi o maior IPO do mundo naquele ano - e um dos maiores já feitos no Brasil.

"Com mais de 200 anos de tradição, a marca Banco do Brasil é uma das mais conhecidas e valiosas do país e ocupa uma posição de destaque na indústria bancária brasileira segundo diversos critérios. A BB Seguridade se beneficia da associação com a marca do Banco do Brasil, fato que lhe transmite as mesmas qualidades percebidas pelo público em relação à instituição financeira, tais como: solidez, tradição e confiabilidade", diz a BB Seguridade em seu site.

BB Seguridade lucra R$ 3,8 bi em 2020

Em meio à pandemia de covid-19, a BB Seguridade fechou o ano de 2020 com um lucro líquido ajustado de R$ 3,877 bilhões, o que representou uma retração de 10% na comparação com 2019.

Pelo relatório, a companhia explicou que a perda foi causada por queda no resultado financeiro da holding em razão de "um menor volume de recursos, decorrente da redução de capital e da distribuição dos recursos provenientes da alienação da participação no IRB Brasil, e redução da taxa Selic"; bem como por um resultado financeiro negativo na controlada Brasilprev, dentre outros motivos.

- Veja os últimos resultados da BB Seguridade (BBSE3) na íntegra.