Você, com toda certeza, já deve ter ouvido falar na Mega-Sena ou na possibilidade de "ganhar na loteria". Certamente, a fama da Mega deve-se ao fato de que o vencedor embolsa milhões - de uma hora para outra - ao acertar os icônicos números do sorteio.

Apesar de ser algo extremamente difícil, com uma probabilidade baixíssima de acerto, a Mega-Sena e demais modalidades seguem sendo vistas com otimismo pelos brasileiros: só em 2020, a arrecadação total com loterias foi de R$ 17,1 bilhões, sendo quase R$ 7 bilhões com a Mega-Sena, a mais adorada pelos apostadores.

Se você é um desses "aventureiros" e quer entender melhor como a Mega-Sena funciona, continue lendo a matéria e descubra os detalhes da loteria. Antes, confira detalhes sobre o último sorteio:

Mega-Sena acumula e vai a R$ 31 milhões para sorteio de quinta (dia 27)

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas no concurso nº 2.447, que foram: 13 - 19 - 29 - 42 - 49 - 52. Segundo a Caixa, o prêmio está neste momento acumulado em R$ 31 milhões para o próximo sorteio, que acontece às 20h desta quinta-feira, 27 de janeiro.

Os apostadores contam agora com mais um dia para tentar a sorte na loteria, isso porque essa é a temporada da Mega-Sena de Verão, que realiza sorteios três vezes na semana, de terça-feira, quinta-feira e sábado.

Qual a probabilidade de se ganhar na Mega-Sena?

Segundo um cálculo da Caixa, a probabilidade de se ganhar na Mega-Sena com uma aposta de seis números (aquela "fézinha" de R$ 4,50) é de uma em 50 milhões.

Mesmo com um investimento maior, as chances são apertadas. Ao entrar no sorteio com 15 números jogados, o que custaria mais de R$ 22,5 mil, a probabilidade de ganho na Mega-Sena é de 1 em 10,003 mil.

Veja abaixo uma tabela completa com mais cálculos de probabilidade de acerto na Mega-Sena:

Probabilidade de ganho na Mega-Sena
Quantidade de nº jogados Probabilidade de acerto - 1 em
6 50.063.860 (milhões)
7 7.151.980 (milhões)
8 1.787.995 (milhão)
9 595.998 (mil)
10 238.399 (mil)
11 108.363 (mil)
12 54.182 (mil)
13 29.175 (mil)
14 16.671 (mil)
15 10.003 (mil)
Fonte: Caixa Econômica Federal.

O que é a Mega-Sena, afinal?

A Mega-Sena é o maior tipo de loteria do Brasil, lançada em 11 de março de 1996 pela Caixa Econômica Federal, na capital, Brasília. Em 2021 foram realizados 44 sorteios, também chamados de concursos, ao todo. Cada um deles foi numerado sucessivamente - de 1 a 44 -, e assim acontece até hoje.

Legalizada, a Mega-Sena é um tipo de jogo onde ganha uma bolada de milhões de reais quem acertar os seis números sorteados pela organizadora. Desde o concurso de número 1, em março de 1996, a Caixa já realizou mais de 2,4 mil sorteios no país.

Como dito acima, para ganhar o prêmio da Mega-Sena, também só chamado de Sena, é preciso acertar os números, que são seis sortados aleatoriamente pela Caixa no concurso.

Existem também outros prêmios vinculados ao jogo, mas para quem acerta cinco números (chamado de Quina). Além disso, ganha uma fatia - ainda que pequena - quem consegue acertar 4 dos seis números sorteados: é a Quadra.

Desta forma existem três faixas no jogo de loteria: Sena, Quina e Quadra. Conforme não saiam vencedores nas faixas, o prêmio vai se acumulando na respectiva faixa. Como você viu acima, hoje a Mega-Sena está acumulada em mais de R$ 37 milhões porque ninguém acertou os seis números do último concurso.

Ganhar na Mega-Sena não é nada fácil, mas segundo os registros da Caixa, foram 22 os novos milionários sortudos que conseguiram acertar os 6 números da tabela só em 2021.

Em Uberlândia, Minas Gerais, o último vencedor (sozinho) recebeu uma bolada de R$ 39,6 milhões no concurso nº 2.430, em 20 de novembro, após acertar as dezenas: 19 - 26 - 39 - 45 - 46 - 56.

O operacional para se arrecadar o dinheiro do prêmio é fácil de entender: os interessados apostam a partir de R$ 4,50 e com isso a Caixa levanta muitos milhões a cada concurso.

Para onde vai o dinheiro arrecadado na Mega-Sena?

Segundo a Caixa, a maior parte da arrecadação da Mega-Sena, quase 44%, vai para o pagamento do prêmio. Além disso, cerca de 19% do dinheiro é usado para bancar os custos e a manutenção da operação.

O restante dos recursos é enviado a diferentes projetos do governo, segundo o banco.

"Quem joga na Mega-Sena tem milhões de motivos para apostar e milhões de brasileiros para ajudar. Parte do valor arrecadado com as apostas é repassada ao governo federal, que pode, então, realizar investimentos nas áreas de saúde, segurança, cultura e esporte, beneficiando toda a população", explica a Caixa.

Veja abaixo para onde vai a arrecadação da Mega-Sena:

Arrecadação da Mega-Sena
Evento Percentual usado (%)
Prêmio Bruto 43,35%
Seguridade Social 17,32%
Fundo Nacional da Cultura - FNC 2,92%
Fundo Penitenciário Nacional - FUNPEN 1%
Fundo Nacional de Segurança Pública - FNSP 9,26%
Ministério do Esporte (Ministério da Cidadania) 2,46%
Fenaclubes 0,04%
Secretarias de esporte, ou órgãos equivalentes, dos Estados e do Distrito Federal 1%
Comitê Brasileiro de Clubes - CBC 0,50%
Confederação Brasileira do Desporto Escolar - CBDE 0,22%
Confederação Brasileira do Desporto Universitário - CBDU 0,11%
Comitê Olímpico do Brasil - COB 1,73%
Comitê Paralímpico Brasileiro - CPB 0,96%
Despesas de custeio e manutenção:

  • *Comissão dos lotéricos - 8,61%;
  • Custeio de despesas operacionais - 9,57%;
  • Fundo de Desenvolvimento de Loterias - FDL - 0,95%.
19,13%
Total 100%
*Comissão dos lotéricos referente às vendas nos Canais Eletrônicos: 3,11%
Fonte: Caixa Econômica Federal.

Como é o pagamento da Sena, Quina e Quadra?

De toda a arrecadação com as apostas da Mega-Sena no país, em cada concurso, uma parcela de 43,35% é separada para o pagamento bruto do prêmio. Mas, desse dinheiro apenas 35% chega à conta do ganhador que acertou os 6 números. Veja abaixo como funciona, segundo a Caixa:

  • 35% dos 43,35% são distribuídos entre os vencedores que acertaram os 6 números sorteados (Sena);
  • 19% entre os acertadores de 5 números (Quina);
  • 19% entre os acertadores de 4 números (Quadra);
  • 22% ficam acumulados e são distribuídos aos acertadores dos 6 números nos concursos de final 0 ou 5;
  • 5% ficam acumulados para a primeira faixa dos seis números - a sena - do último concurso do ano de final 0 ou 5 (Mega da Virada).

Para exemplificar, vale mencionar que nesta terça-feira, 7 de dezembro, ocorre o sorteio da Mega-Sena de Natal de número 2.435, ou seja, com final 5, segundo o cronograma.

Como são feitos os sorteios?

A Caixa realiza os sorteios da Mega-Sena por meio de bolas com dez cores específicas que são misturadas mecanicamente dentro de um globo transparente, que as ejeta para o público ver.

As bolas possuem números que vão de 01 a 60, sendo que cada bola possui uma cor específica para padronizar e facilitar a identificação do número no sorteio. Acontece da seguinte forma:

  • Bolas brancas: números com final 0;
  • Bolas vermelhas: números com final 1;
  • Bolas amarelas: números com final 2;
  • Bolas verdes: números com final 3;
  • Bolas marrons: números com final 4;
  • Bolas azuis: números com final 5;
  • Bolas rosas: números com final 6;
  • Bolas pretas: números com final 7;
  • Bolas cinzas: números com final 8;
  • Bolas laranjas: números com final 9.
Realização da transmissão ao vivo do sorteio da Mega-Sena em 4 de dezembro. - Créditos: Reprodução/Youtube Caixa.
Realização da transmissão ao vivo do sorteio da Mega-Sena em 4 de dezembro. - Créditos: Reprodução/Youtube Caixa.

Em geral são feitos dois sorteios da Mega-Sena por semana: um na quarta-feira e outro no sábado, às 20h no horário de Brasília. Segundo os registros da Caixa, desde abril de 2019 os concursos da Sena foram realizados apenas na cidade de São Paulo.

Entretanto, dezembro é um mês especial na Mega-Sena. Incorporando o natal, são feitos três sorteios por semana, às terças, quintas e sábados, ao invés do calendário tradicional. Em dezembro é quando ocorre a grande Mega da Virada, então os concursos têm essa mudança.

Assim como os demais eventos lotéricos, os sorteios da Mega-Sena são sempre realizados no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, em São Paulo, e são transmitidos pela Rede TV e pelos canais da Caixa no Youtube. "A transmissão na internet inclui tanto o sorteio, quanto a preparação dos globos e trâmites", diz a Caixa.

Como jogar na Mega-Sena?

Hoje em dia é possível apostar na Mega-Sena pelo tradicional preenchimento dos volantes de papel que carregam os números de 01 a 60. É preciso pintar os números desejados em quantidade de 6 até 15 números em cada papel, também chamado pelos brasileiros de 'fézinha'. A aposta deve ser entregue a alguma casa lotérica para o cadastro no sistema (veja abaixo quanto custa).

Cartela para apostar na Mega-Sena, com números de 01 a 60. Créditos: Divulgação/M3 Mídia.
Cartela para apostar na Mega-Sena, com números de 01 a 60. Créditos: Divulgação/M3 Mídia.

Ao apostar por meio de uma casa lotérica, o apostador recebe um comprovante com os números escolhidos e que deve ser apresentado à Caixa em caso de acerto.

Além disso, de forma ainda mais fácil, também dá para investir na Mega-Sena por meio da internet. Existem o site da Caixa e o aplicativo (app) Loterias CAIXA que permitem a realização de aposta por computador ou um celular.

- Acesse o site Portal Loterias CAIXA / Baixe aqui o app Loterias CAIXA.

Veja abaixo quanto custa apostar na Mega-Sena hoje:

  • 6 números: R$ 4,50;
  • 7 números: R$ 31,50;
  • 8 números: R$ 126,00;
  • 9 números: R$ 378,00;
  • 10 números: R$ 945,00;
  • 11 números: R$ 2.079,00;
  • 12 números: R$ 4.158,00;
  • 13 números: R$ 7.722,00;
  • 14 números: R$ 13.513,50;
  • 15 números: R$ 22.522,50.

Entretanto, o valor mínimo da aposta pela internet é de R$ 30, e o máximo é de R$ 945. Então, não é possível fazer uma aposta mínima de R$ 4,50 por seis números no site e no aplicativo, por exemplo.