Por meio de sua conta no Twitter, Elon Musk, fundador e CEO da Tesla (TSLA; TSLA34), divulgou na madrugada dessa quarta-feira, dia 24 de março, que a partir de agora a montadora de automóveis elétricos aceitará Bitcoin (BTC) como meio de pagamento.

Na mesma sequência de tweets o CEO divulgou ainda que a "Tesla está usando apenas software interno e de código aberto e opera bitcoin diretamente", e que "o bitcoin pago à Tesla será mantido, e não convertido em moedas fiduciárias."

Num primeiro momento essa possibilidade de pagamento com Bitcoins está disponível apenas nos Estados Unidos, mas Musk afirma que ainda em 2021 outros países contarão com o recurso.

A Tesla também informou que, por enquanto, não serão aceitos pagamentos com outros criptoativos além do bitcoin. Além disso, há a exigência de que os compradores enviem a exata quantia em bitcoin para suas ordens em uma única transação.

Valor do Bitcoin (BTC) sobe

O Bitcoin é hoje a principal criptomoeda do mercado e o anúncio da Tesla já fez seu valor subir em 5% nessa quarta-feira, 24.

Atualmente, um bitcoin tem o valor de US$ 56.410 mil, o que equivale a mais de R$ 313 mil.

A relação entre a Tesla e o Bitcoin não é necessariamente uma novidade. Musk é um defensor da criptomoeda e em janeiro de 2021 colocou em sua biografia do Twitter a #bitcoin fazendo com que a moeda virtual tivesse um crescimento de 17% em um único dia.

Recentemente a Tesla também anunciou um investimento de US$ 1,5 bilhão em bitcoin como parte de sua política de gestão de reservas.

O que você pode comprar

Com um bitcoin é possível adquirir um Tesla Model 3 ou ainda um Tesla Model Y e ainda levar um troco de volta para casa.

Um Model 3 está custando atualmente entre US$ 30.190 mil e US$ 49 mil. Já o Model Y é encontrado no mercado com valores entre R$ 42,190 mil e US$ 53.190 mil.

Com 1 bitcoin é possível comprar um Tesla Model 3 como o da foto. Créditos: Reprodução/Tesla
Com 1 bitcoin é possível comprar um Tesla Model 3 como o da foto. Créditos: Reprodução/Tesla

Na loja americana da Tesla Já é possível visualizar o suporte para o pagamento com bitcoin.