O Grupo Neoenergia (NEOE3) anunciou que Conselho de Administração aprovou um pagamento de R$ 167,1 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP) aos acionistas, com base nos resultados registrados pela empresa de energia até 30 de junho de 2022.

Segundo o documento divulgado, a Neoenergia pagará um valor bruto por ação de R$ 0,1376968479 em forma de JCP, sendo então referente ao primeiro semestre desse ano. Devido à legislação em vigor, haverá cobrança do imposto de renda na fonte em alíquota de 15% sobre o valor.

O calendário da empresa informa que o pagamento dos JCP, que são parecidos com os dividendos, será feito até 28 de dezembro de 2022 sem atualização monetária. Dessa maneira, não terá aumento pela taxa selic, por exemplo.

Para ter direito a esses JCP da Neoenergia, deve-se comprar as ações na Bolsa de Valores, ou seja, apresentar-se como acionista da empresa, até o dia 5 de julho de 2022, terça-feira, que é a data de corte (data-com) estabelecida pelo Conselho. Assim, a partir do dia seguinte (6) as ações passam a ser negociadas em Ex-JCP que é quando a compra na bolsa de valores não reflete mais direito de receber proventos.

Próximos Dividendos/JCP da Neoenergia (NEOE3)

  • Aprovação: 15 de junho de 2022;
  • Pagamento total: R$ 167.136.000,00;
  • Valor bruto por ação: R$ 0,1376968479;
  • Data-Com: 5 de julho de 2022;
  • Data-Ex: a partir de 6 de julho de 2022;
  • Data do pagamento: até 28 de dezembro de 2022;
  • Referência: resultados até 30 de junho de 2022 (primeiro semestre do ano).

Neoenergia inicia operação em Complexo Eólico de Oitis

A Neoenergia anunciou recentemente que em 13 de junho de 2022 entraram em atividade os sete primeiros aerogeradores do Complexo Eólico de Oitis na forma de operação em teste. A estreia ocorreu com antecipação de um mês em relação ao plano de negócios, segundo a companhia elétrica.

"Esta entrega reforça, mais uma vez, a capacidade da Neoenergia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno de seus projetos", disse a Neoenergia em comunicado ao mercado.

O Complexo Oitis, que está localizado nos estados do Piauí e da Bahia, terá uma capacidade instalada total de 566,5 MW, com 103 aerogeradores (turbina eólica) cada um com potência de 5,5 MW, e será composto por 12 Parques Eólicos, que terão 96% de sua energia destinada à comercialização no mercado livre de energia e 4% destinada à comercialização no mercado regulado de energia.

Pela previsão da empresa, o Complexo Oitis deve estar operando com sua capacidade total já no segundo semestre de 2022.

A Neoenergia é uma empresa que atua nos quatro segmentos do setor elétrico: geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia. Mas, o foco da companhia está em distribuição.