Cada vez mais os brasileiros estão se interessando pelo mercado financeiro, trocando os investimentos em renda fixa pela renda variável, mergulhando de cabeça no mercado de ações. Mas para isso, antes de mais nada, é preciso procurar por uma boa corretora de valores, que vai orientá-lo na hora de investir seu dinheiro. Já existem diversas corretoras famosas no mercado e que cobram taxas bem baixas para atrair cada vez mais clientes. Neste artigo, você vai conferir o valor da taxa de corretagem cobrado pelas 5 principais corretoras do país.

O que é e como funcionam as corretoras?

A Corretora de valores atua no mercado financeiro e fica responsável por intermediar a compra e venda de ativos financeiros na Bolsa de Valores. Mas a grande maioria das corretoras também oferecem aplicações em renda fixa (CDBs, LCIs, LCAs). Para investir em ações, será preciso criar uma conta no seu nome, para depois fazer o envio do dinheiro que será investido.

Entretanto, antes de começar a investir, é preciso ficar atento à taxa de corretagem cobrada pelas financeiras. Por exemplo, algumas corretoras cobram até R$ 20 por cada ordem de compra ou venda enviada. Entretanto, uma boa parte das grandes corretoras acaba não cobrando essa taxa ou cobram um valor bem baixo, diferente dos bancos tradicionais, que costumam cobrar valores acima das corretoras independentes.

Afinal, o que é taxa de corretagem?

A taxa de corretagem é um valor cobrado pelas corretoras de valores para cada operação de compra e venda de ações e outros ativos na Bolsa. Quando você realiza uma compra de um lote de ações, sua corretora vai debitar esta taxa levando em consideração as regras estipuladas para a cobrança, que podem ser:

  • Um valor fixo: Este tipo de cobrança é o mais utilizado. O investidor pode se beneficiar desta regra de cobrança porque ela independe do valor da operação realizada. Por exemplo, imagine que você realizou duas operações de venda, uma no valor de R$ 100 mil reais e outra no valor de R$ 5 mil reais. Então, ambas as operações vão ter a mesma cobrança. Atualmente, quase todas as corretoras utilizam esse método de cobrança.
  • Uma porcentagem sobre o montante da operação: Para este tipo de cobrança, é preciso avaliar uma porcentagem do volume transacionado.
  • Valor fixo mais a porcentagem: Este tipo de cobrança é muito comum para os investidores que realizam suas operações via telefone, ou seja, quando optam por comprar algum ativo pela mesa de operações, em vez de utilizar o Home Broker.

Qual o valor da taxa de corretagem cobrado pelas 5 principais corretoras?

Nós reunimos aqui 5 das mais procuradas corretoras de valores para comparar o valor da taxa de corretagem cobrada por cada uma delas no mercado, até mesmo para ajudar você a decidir qual corretora escolher para começar a investir.

Segue abaixo a tabela comparando o valor referente às taxas cobradas por cada uma dessas 5 corretoras selecionadas:

Corretoras Corretagem Corretagem daytrade* Corretagem fracionário** Taxa de custódia mensal
XP Investimentos R$ 8 a R$18,90 R$ 9 a R$18,90 R$10 a R$18,90 R$ 0,00
Rico R$ 10 R$ 7,50 R$ 7,50 R$ 0,00
Easynvest R$ 4,99 R$ 4,99 R$ 2,99 R$ 0,00
Clear R$ 0,00 R$ 0,00 R$ 0,00 R$ 0,00
Órama R$ 4,90 R$ 4,90 R$ 10,00 R$ 0,00

* negociações que envolvem compra e venda do mesmo ativo no mesmo dia

** Mercado fracionário é aquele que envolve menos do que um lote padrão de 100 ações

Além das corretoras citadas acima, existem mais de 80 corretoras cadastradas na B3 e habilitadas pelo Banco Central no mercado de capitais. O que difere uma da outra é justamente a taxa de corretagem, então, sempre procure a corretora que irá lhe proporcionar o melhor custo-benefício nesse quesito.

Então, gostou do artigo? Acompanhe o Poupar Dinheiro e aumente seus ganhos no mercado.