A Telefônica Brasil, dona da empresa de telecomunicações Vivo (VIVT3), aprovou o próximo pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP ou JSCP) aos acionistas, que é como se fossem dividendos, em total bruto de R$ 480 milhões. Os recursos têm base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2022.

Seguindo a legislação em vigor, ao contrário do que acontece com os dividendos, há cobrança de imposto de renda na fonte sobre os JCP aprovados pelas companhias da Bolsa de Valores em alíquota de 15%. Dessa maneira, os proventos da Vivo chegam a um total líquido de R$ 408 milhões.

Em documento divulgado ao mercado, a Vivo informa que fará uma remuneração aos acionistas de R$ 0,28712558126 por ação, sujeito ao imposto de renda na fonte - veja abaixo o valor líquido por ação.

Para receber esses proventos da Telefônica (VIVT3), deve-se comprar as ações na Bolsa de Valores, ou seja, apresentar-se como acionista da companhia, até o dia 30 de junho de 2022, quinta-feira, que é a data de corte (data-com ou data-base) estabelecida. Assim, as ações da Vivo passam a ser negociadas em Ex-JCP a partir do dia seguinte, 1º de julho.

O pagamento dos JCP da Vivo será realizado até 31 de julho de 2023, devendo a data ser definida pela Diretoria da Companhia, segundo o documento divulgado.

"Os valores por ação dos Juros Sobre Capital Próprio poderão sofrer ajustes futuros, até 30 de junho de 2022, em função de eventuais aquisições de ações dentro do Programa de Recompra de Ações da Companhia para permanência em tesouraria, para posterior alienação e/ou cancelamento", disse a Telefônica.

Os recursos usados no pagamento dos JCP, líquidos do imposto de renda, serão imputados ao dividendo mínimo obrigatório do exercício social de 2022.

Próximos JCP/Dividendos da Telefônica (VIVT3) - resumo

  • Aprovação: 14 de junho de 2022;
  • Pagamento bruto: R$ 480.000.000,00;
  • Pagamento líquido: R$ 408.000.000,00;
  • Valor bruto por ação: R$ 0,28712558126;
  • Valor líquido por ação: R$ 0,24405674407;
  • Data-Com: 30 de junho de 2022;
  • Data-Ex: a partir de 1º de julho de 2022;
  • Data do pagamento: até 31 de julho de 2023;
  • Referência: 2022.

- Veja na íntegra o documento sobre os JCP/JSCP da Vivo.

Dividendos da Vivo (VIVT3) em 2022

A Telefônica, Vivo (VIVT3), aprovou outros três pagamentos de dividendos aos acionistas em 2022, com data de pagamento a ser definida até o ano que vem. Confira abaixo o histórico:

Ano 2022 DELIBERAÇÃO POSIÇÃO ACIONÁRIA VALOR TOTAL BRUTO VALOR TOTAL LÍQUIDO (R$ MILHÕES) VALOR BRUTO POR AÇÃO (R$) VALOR LÍQUIDO POR AÇÃO (R$) DATA DE PAGAMENTO
JSCP (base em jan/22) 16/02/2022 25/02/2022 180,0 153,0 0,107395 0,091286 até 31/07/2023
JSCP (base em fev/22) 17/03/2022 31/03/2022 250,0 212,5 0,149291 0,126898 até 31/07/2023
JSCP (base em mar/22) 13/04/2022 29/04/2022 150,0 127,5 0,089622 0,076179 até 31/07/2023
JSCP (base em maio/22) 14/06/2022 30/06/2022 480,0 408,0 0,28712558126 0,24405674407 até 31/07/2023
Total 1.060 901
Fontes: RI Telefônica (Vivo)/Poupar Dinheiro

Com um lucro líquido de R$ 6,229 bilhões em 2021, a Telefônica entregou aos acionistas um total de R$ 6,264 bilhões entre os acionistas da companhia, assim sendo um payout de 100,5%, segundo os dados da empresa.