O mundo dos NFT's segue a todo vapor em 2022, com avanço dos jogos e artes que usam a tecnologia, impulsionados pela mídias sociais da internet. A tendência chega também ao Brasil.

A ascenção dos ativos não fungíveis traz procura e uma grande dúvida: onde, afinal, os NFTs são negociados, ou seja, comprados e vendidos, no mercado financeiro? Saiba mais abaixo como tudo isso funciona e conheça 6 grandes plataformas e sites de negociação.

Não sendo diretamente relacionado aos NFTs, mas vale mencionar que recentemente a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou uma empresa a criar tokens, com tecnologia blockchain, de debêntures e cotas de fundos - algo já visto no exterior, mas um importante passo no país sobre o assunto. Esse movimento faz parte da tentativa de inovação no mercado financeiro brasileiro, por meio de novas tecnologias.

O que são NFT's?

NFT é uma sigla para o termo em inglês "Non-Fungible Token", que em português quer dizer 'token não fungível' e é um tipo de ativo digital classificado pela economia como aquele que não pode ser substituído.

Assim como a tokenizadora mencionada acima, os NFTs existem dentro da blockchain, mesma tecnologia de criptografia e registros de dados do bitcoin.

Quanto algum conteúdo digital, como imagem, vídeo, música e até jogos é registrado como NFT, ele recebe um certificado digital e passa a ser único no mundo e, desta forma, até ganha valor no mercado, assim como ocorre com as obras de arte.

Para entender melhor o que é um NFT, é preciso pensar nele como um ativo que faz parte da economia - ou da nova economia que vem surgindo nos últimos meses. Como regra, o ativo fungível é aquele que pode ser substituído por outro sem problemas, como por exemplo, uma nota de R$ 50: se pegarmos cinco notas de R$ 10 ainda teremos 50 reais, certo?).

Já o ativo não fungível é aquele que não pode ser trocado, porque é único. Com a internet e o avanço da digitalização das coisas, existem vários ativos comercializados com a prerrogativa de exclusividade, como os domínios de sites e os recursos premium vendidos nos jogos online, como roupas e armas personalizadas, bem como artes digitais.

A relação entre NFT e Ethereum (ETH)

Apesar do bitcoin ser a maior criptomoeda do mundo, o Ethereum está presente em boa parte dos NFT's. Assim, é importante conhecer esse criptoativo.

Lançado em 2015, o Ethereum (ETH) é a segunda maior criptomoeda do mundo, mas funciona também como uma tecnologia do blockchain que armazena conteúdos digitais, de forma segura e sem depender de agentes controladores. Geralmente, a moeda para comprar e vender NFT's em plataformas é o Ethereum, assim, é certo que na maioria das vezes é preciso, no mínimo, ter uma carteira de ETH para entrar nesse mercado.

Como comprar e vender NFTs?

A resposta para essa pergunta depende do objetivo de compra, isso porque existem vários tipos de conteúdos listados como NFT's hoje em dia, como música, vídeo, imagem e até posts do Twitter e uma longa lista de jogos cujas estruturas variam bastante.

Mas, em regra, para comprar e vender (negociar) NFT's hoje em dia, primeiro é preciso abrir conta em corretoras de criptomoedas, que serão usadas para pagar os ativos não fungíveis nas plataformas.

Com criptomoedas no bolso, o interessado deve então seguir para um outro passo que pode não ser tão simples. Acontece que para negociar NFTs geralmente é solicitado uma carteira digital de criptomoedas que seja vinculada ao blockchain Ethereum, como a MetaMask.

Dessa forma, é certo que antes de colocar em prática planos de investir em NFTs o interessado deve estudar os princípios que envolvem as criptomoedas, o blockchain Ethereum, bem como o próprio universo dos ativos não fungíveis.

A criação dos NFTs, ou seja, da arte digital, pode estar mais relacionada a artistas, como designers, pintores e desenhistas, mas as ferramentas online possibilitam que muita coisa seja criada e vendida em forma de obra de arte NFT por aventureiros. Já a negociação dos ativos não depende de talento artístico, pois dá para comprar NFTs de outras pessoas e depois os revender.

Onde comprar: conheça 6 Plataformas para negociar NFTs

Tirando os jogos NFTs - onde cada um possui uma plataforma específica -, as artes NFTs são geralmente negociadas nos chamados marketplaces, envolvendo, em maioria, imagens e vídeos curtos, dentre outros tipos de artes digitais de todos os tipos.

Confira abaixo 6 plataformas/sites para negociar (comprar e vender) NFTs e veja os tipos de ativos vendidos:

1. OpenSea

Reprodução.
Reprodução.

A OpenSea foi lançada em 2017 e a empresa está em Nova York, mas é possível negociar os ativos da plataforma de qualquer lugar do mundo. Atualmente, esse é o maior mercado de NFTs do mundo, tendo movimentado mais de US$ 20 bilhões nesses anos de operação.

Com mais de 80 milhões de NFTs disponíveis, a OpenSea permite que o usuário gerencie uma carteira digital, adicione seus conteúdos (imagem, vídeo, áudio e/ou arte 3D) personalizados e abra coleções para venda. Tudo acontece em ambiente blockchain Ethereum.

Na OpenSea, é possível enviar NFTs de várias categorias, como artes (desenhos, pinturas digitais e etc.), coleções de obras, fotografias, músicas, cartões colecionáveis, dentre outras. Na via da fama, estão na plataforma artistas como o Beeple, que vendeu uma colagem por US$ 63,9 milhões.

2. Binance - Marketplace de NFT

Marketplace de NFTs da Binance mostrando as obras favoritas dos usuários. - Reprodução.
Marketplace de NFTs da Binance mostrando as obras favoritas dos usuários. - Reprodução.

A Binance é uma corretora que diz operar a maior plataforma de Bitcoin, Altcoins e criptomoedas do mundo em volume de trading. Além disso, a plataforma também aglomera obras NFTs.

Para criar e vender um NFT na Binance, o usuário pode optar por enviar diferentes formatos (imagem, vídeo, música/som e até PDF). Por sua vez, a compra também é simples e acontece no mesmo mercado digital, por meio de criptomoedas. Segundo a empresa, é possível encontrar NFTs em três linhas:

  1. Eventos: NFTs premium e exclusivos criados por artistas renomados;
  2. Mercado: criação de NFTs por pessoas do mundo todo;
  3. Caixas Misteriosas: NFTs raros meio que sorteados em uma "caixa surpresa".

3. Valuables

Marketplace do Valuables. - Créditos: Reprodução.
Marketplace do Valuables. - Créditos: Reprodução.

O diferencial da Valuables é que ela envolve a negociação de tuítes (postagens da rede social Twitter). Inclusive, foi por aqui que o CEO do Twitter, Jack Dorsey, vendeu seu primeiro post por mais de US$ 2,9 milhões em forma de NFT - veja na imagem acima.

Lançada em 2020, pela empresa Cent Co, a Valuables transforma qualquer post do Twitter, geralmente que trazem algo de interessante, em NFTs que podem ser leiloados na plataforma. A lista de tuítes já vendidos é longa e há conteúdo de todo tipo.

4.Rarible

Marketplace de NFTs da Rarible, mostrando as principais coleções de arte dos últimos trinta dias. - Reprodução.
Marketplace de NFTs da Rarible, mostrando as principais coleções de arte dos últimos trinta dias. - Reprodução.

A Rarible é um mercado que permite ao usuário comprar e vender NFTs em várias blockchains, ou seja, é uma plataforma que vai além do Ethereum, sendo esse o diferencial. A operação envolve também Flow e Tezos, havendo planos de expansão para outros blockchains.

Pela Rarible, é possível lançar a mesma arte (como imagens, GIF) em vários blockchains criando vários NFTs. Entretanto, depois de cunhar um NFT em um blockchain, não pode movê-lo para outro.

5.SuperRare

Entrada da SuperRare. - Reprodução.
Entrada da SuperRare. - Reprodução.

Quem gosta do mundo das artes deve gostar da SuperRare, isso porque a plataforma funciona como um mercado descentralizado de arte digital que opera na blockchain Ethereum. As peças, todas NFTs, são em si obras de arte criadas por grandes artistas da atualidade e geralmente lançadas em coleções. Os formatos são imagens, GIFs, vídeos curtos e imagem 3D.

Em teor inovador, a SuperRare explica que todas as obras de arte de sua plataforma possuem valor de mercado - assim como as artes tradicionais -, pois cada obra de arte é única, sendo um colecionável digital, um conteúdo protegido por criptografia e rastreado no blockchain.

6.Mintable

As categorias de NFTs da Mintable. - Reprodução.
As categorias de NFTs da Mintable. - Reprodução.

A Mintable é uma plataforma de NFT apoiada pelo bilionário Mark Cuban, dono da famosa equipe de basquete Dallas Mavericks. O mercado possibilita a compra e venda de diversos tipos de conteúdos digitais em categorias como arte, música, vídeo, coleções e cartões esportivos.

A Mintable também oferece outras blockchains além do Ethereum, sendo elas Immutable X e a Zilliqa. O destaque é que a Mintable oferece um serviço premium para impulsionar os criadores na plataforma.