O conselho de administração da Wiz Seguros propôs pagamento de R$ 97,3 milhões em dividendos aos acionistas conforme documento divulgado recentemente. A proposta ainda precisa ser aprovada pela Assembleia Geral que ocorrerá em abril. Terá direito aos proventos quem tiver ações da empresa até 15 de abril de 2021 (data-com), dia em que será feita a assembleia.

Segundo o documento divulgado, se a remuneração for aprovada, as ações passarão a ser negociadas em ex-dividendos a partir de 16 de abril deste ano.

O pagamento total será de R$ 0,60 por ação, dividido em duas parcelas de R$ 0,09 e R$ 0,51 durante o ano que serão pagas nos meses de maio e novembro de 2021, respectivamente. Veja abaixo o resumo sobre dividendos da Wiz Seguros em 2021:

  • Valor total: R$ 97,3 milhões;
  • Data-com (limite para ter direito aos dividendos): 15 de abril de 2021;
  • Data-ex: 16 de abril de 2021;
  • 1º pagamento: R$ 0,09 por ação em maio de 2021;
  • 2ºpagamento: R$ 0,51 por ação em novembro de 2021;
  • Valor total por ação: R$ 0,60.

O conselho de administração deseja ainda que os valores dos dividendos (valor por ação) não tenham descontos por causa de impostos, tributos ou correção monetária.

Por sua vez, o valor total de R$ 97,3 milhões a ser distribuído entre os acionistas representa a metade do lucro líquido ajustado obtido pela Wiz durante o exercício de 2020.

Wiz vai reter lucro para manter operações

Além da proposta de dividendos, o conselho de administração da Wiz também apresentou um projeto de retenção de R$ 97,3 milhões (a outra metade do lucro líquido ajustado de 2020) para a formação de um orçamento de capital da empresa para os anos de 2021 a 2025.

"A Administração propõe que não sejam destinados recursos do lucro líquido à reserva legal, uma vez que o saldo desta reserva acrescido ao montante das reservas de capital, referentes ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2020, excede 30% do capital social da Companhia", diz o documento divulgado.

Lucro líquido de 2020 teve queda de 10,8%

Segundo os relatórios divulgados pela Wiz, o lucro líquido (sem ajuste) de 2020 somou R$ 199,6 milhões, o que representa uma queda de 10,8% na comparação com 2019. Já no quarto trimestre do ano (4T20), o lucro líquido atingiu R$ 33,5 milhões, uma baixa de 33,9% em relação a esse período de 2019.

Segundo o documento divulgado, o lucro líquido acumulado em 2020 foi prejudicado pelos seguintes efeitos não recorrentes:

  • Reconhecimento de provisões para contingências fiscais não recorrentes;
  • Baixas decorrentes do teste de impairment realizado para o investimento registrado com a aquisição das empresas GR1D Finance e GR1D Insurance;
  • Baixas realizadas em ativos intangíveis, relacionados a projetos descontinuados pela Companhia.

A Wiz deve perder receita nos próximos anos com o término da parceria na área de seguros da Caixa. O banco realizou um processo competitivo para gerenciamento das carteiras de seguros e a Wiz não conseguiu manter nenhuma em seu portfólio. A receita gerada pelos Seguros da Caixa equivaliam a 60% do total de entradas da Wiz no ano. Assim, a empresa precisará se reinventar a partir de agora e buscar outros meios de se manter solúvel no longo prazo.

De outro lado, a receita líquida atingiu R$ 236 milhões no 4T20 com um crescimento de 28,9% e totalizou R$ 803 milhões em 2020 após uma alta anual de 17,8% como pode ser visto na tabela abaixo:

Fonte: RI/Wiz.
Fonte: RI/Wiz.