O meio corporativo possui diversos indicadores que são representados por siglas que podem confundir bastante. Dois desses casos, são os indicadores EBIT e EBITDA, dois dos mais populares nesse meio. Normalmente, essas duas siglas aparecem em relatórios que mostram os resultados de uma empresa. Isso porque, é a partir desses indicativos que pode-se fazer uma análise da capacidade de produção e eficiência de uma empresa. Mas afinal, o que são EBIT e EBITDA? Qual a diferença entre essas duas siglas? Qual a fórmula para calcular a margem de cada empresa? As respostas para essas dúvidas você confere neste artigo.

Qual o significado das siglas EBIT e EBITDA?

As siglas EBIT e EBITDA são apresentadas pelas empresas pra demonstrar o seu resultado final. Enquanto EBIT significa Lucro Antes de Juros e Impostos (traduzido do inlglês), EBITDA significa Lucros de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização.

EBIT

Parece complicado mas é muito fácil compreender. O EBIT, mostra apenas o lucro operacional de uma empresa, não incluindo as despesas ou receitas financeiras. Para ficar mais claro, vamos dar como exemplo uma empresa que produz eletrônicos. Esta empresa tem receitas vindas das vendas desses produtos e também ganha recursos que podem vir de aplicações financeiras ou outros rendimentos que não são operacionais.

Então, o cálculo do EBIT leva em conta apenas as receitas geradas pelas atividades operacionais (a principal) desta empresa. Receitas obtidas de outras maneiras e gastos com impostos ficam fora deste cálculo. Desta forma, o EBIT mostra apenas o lucro que foi gerado pelas operações.

EBITDA

Este indicador demonstra assim como o EBIT, apenas o lucro operacional de determinada empresa. Entretanto, além dos efeitos financeiros e dos impostos, a depreciação de ativos tangíveis (como máquinas e imóveis) e a amortização de ativos intangíveis (como uma dívida de longo prazo) também ficam de fora do cálculo. Desta forma, a empresa consegue obter a informação sobre o lucro real das atividades operacionais da empresa.

Qual a diferença entre EBIT e EBITDA?

Basicamente, a diferença entre o EBIT e o EBITDA são os fatores mencionados acima. Enquanto o EBIT leva em consideração os efeitos das depreciações e amortizações, o EBITDA ignora esse fatores para ter um resultado de lucro real. No geral, os dois são excelentes indicadores se utilizados de maneira correta. É de extrema importância que as empresas tenham conhecimento sobre esses dois indicadores, pois, assim podem fazer o planejamento e acompanhamento dos resultados.

Qual a fórmula para calcular o EBIT e EBITDA?

O cálculo do EBIT e EBITDA não era padronizado até 2021. Desta forma, a análise dos indicadores era feita a partir de cálculos próprios das empresas. Isso acabava dificultando as comparações entre os dados de outras empresas.

Então, a Comissão de Valores Mobiliários editou a Instrução nº 527/2012, que normatiza a divulgação voluntária de informações de natureza não contábil, como são identificados o EBIT e EBITDA, estabelecendo uma série de parâmetros para uniformizar os dados utilizados nos cálculos dos 2 indicadores.

Agora, os cálculos do EBIT e EBITDA podem ser feitos a partir de informações que estão disponíveis na divulgação dos balanços trimestrais das empresas. Então, mesmo que os cálculos não sejam divulgados pelas mesmas, os investidores podem traçar os indicadores para avaliar a capacidade produtiva do empreendimento antes de investir.

Calculando o EBIT

Antes de fazer o cálculo do EBIT, é preciso chegar ao lucro operacional líquido da empresa. Desta maneira, a fórmula a ser utilizada é a seguinte:

  • Receita líquida - custo das mercadorias comercializadas - despesas operacionais (despesas com vendas, gerais e administrativas) - despesas financeiras líquidas = lucro operacional líquido

O valor gerado nesta primeira conta, agora poderá ser utilizado para calcular o EBIT através da seguinte fórmula:

  • EBIT = lucro operacional + tributos sobre o lucro (IRPJ e CSLL) + das despesas financeiras líquidas das receitas financeiras

Calculando o EBITDA

O cálculo do EBITDA é praticamente o mesmo do EBIT, entretanto, os valores de depreciação e amortização devem ser somados junto. Desta maneira, basta seguir a fórmula:

  • EBITDA = EBIT + depreciação + amortização

Então, podemos concluir que os indicadores EBIT e EBITDA são indispensáveis para que o empreendedor possa ter informações precisas para que possa tomar suas decisões em frente à gestão de sua empresa. Entretanto, apesar de muito importantes, outros indicadores também precisam ser avaliados pelos investidores, analistas e empresários. Isso porque, esses dois indicadores representam apenas uma parte d situação financeira da empresa.

Então, gostou do artigo? Acompanhe o Poupar Dinheiro e compartilhe nossos conteúdos para que alcancem mais pessoas e ajudem a melhorar seus investimentos.