O Comitê de Política Monetária (Copom), um importante instrumento para a economia brasileira que impacta a população como um todo, é responsável por definir a taxa básica de juros (a famosa Selic), que orienta os demais juros praticados no mercado. O Copom é um órgão do Banco Central formado por um presidente e por diretores designados para a função de deliberar sobre a manutenção ou alteração da taxa. Veja abaixo o calendário do COPOM para 2020.

As seções do Copom são realizadas sempre em dois dias consecutivos, conforme uma agenda já determinada. Em cada reunião, os envolvidos discutem sobre: o desempenho das atividades econômicas, a situação das contas públicas e da inflação incidente no Brasil, assim como consideram a atuação do cenário internacional para chegarem às decisões finais.

"O Copom toma suas decisões a cada reunião, conforme as expectativas de inflação, o balanço de riscos e a atividade econômica. O BC define a taxa Selic visando o cumprimento da meta para a inflação", explica o banco em seu site.

Calendário do COPOM em 2020

O Banco Central divulgou o calendário para os eventos deste ano em 24 de junho de 2019, lembrando que cada seção do Copom é realizada em dois dias seguidos. Anualmente, o Comitê realiza oito seções ao todo, sendo que a taxa selic é reajustada a cada 45 dias. Veja todas as datas das reuniões - 5 já feitas - e outras 3 que ainda serão realizadas em 2020:

  • 4 e 5 de fevereiro;
  • 17 e 18 de março;
  • 5 e 6 de maio;
  • 16 e 17 de junho;
  • 4 e 5 de agosto;
  • 15 e 16 de setembro;
  • 27 e 28 de outubro;
  • 8 e 9 de dezembro.

Como pode ser visto acima, a próxima seção do Copom está marcada para os dias 15 e 16 de setembro. Nesses dias, relatórios serão analisados e os resultados finais dos estudos serão publicados pelo BC na semana seguinte. A previsão é de que a taxa permaneça nos atuais 2% a.a.

COPOM mudou a taxa já 5 vezes em 2020

O Copom já realizou cinco reuniões este ano e cortou a selic para os atuais 2% na última reunião de agosto, no ínicio de agosto; antes disso ela estava em 2,25%. Em 2020 a taxa básica foi cortada em todas as reuniões feitas até aqui pelo órgão, o que a levou para o menor patamar da história dos juros no Brasil.

Veja abaixo os cortes consecutivos e as novas taxas definidas pelo Copom no decorrer de 2020:

Reunião do Copom Taxa anterior (%) Nova taxa (%) Corte (pontos percentuais)
4 de fevereiro 4,50 4,25 0,25
17 de março 4,25 3,75 0,5
5 de maio 3,75 3 0,75
16 de junho 3 2,25 0,75
4 de agosto 2,25 2 0,25
16 de setembro 2 ? ?
Fonte: Banco Central.