Com as recentes elevações da Texa Selic, temos ouvido falar muito a respeito dela. Muitos investimentos a utilizam como base para a remuneração dos acionistas e os bancos também se baseiam nessa taxa na hora de oferecer boa parte de seus produtos e serviços. Porém nem sempre compreendemos o que é, de fato, a Selic, qual sua importância, seu papel na economia, porque ela está sendo elevada, para que ela serve afinal de contas.

Desde já adiantamos que o termo Selic é uma sigla, e significa Sistema Especial de Liquidação de Custódia e é considerada a taxa básica de juros da economia. Por esse motivo ela é hoje o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. A Selic influencia todas as taxas de juros do país.

Ou seja, ela é muito importante e por isso, nesse artigo, vamos explicar tudo isso sobre ela. Continue a leitura.

O que é a Selic e qual a sua função?

A Selic, como o nome inteiro já diz, é um sistema do Banco Central. Ele é responsavel por registrar todas as operações relacionadas aos títulos escriturais do Tesouro Nacional. O que acontece é que boa parte destes ativos é comprada pelos grandes bancos. Por lei, eles são obrigados a direcionar uma porcentagem de seus depósitos a uma conta do BC.

O volume de operações bancárias em um único dia é muito grande. Ao somar o montante de todas as instituições, o total é ainda maior. Então, o BC impõe que os bancos devem fechar o dia com o caixa equilibrado. O objetivo é evitar excesso de dinheiro em circulação, e, consequentemente controlar a inflação.

Para isso, as instituições fazem empréstimos entre elas. Há uma taxa de juros e também a emissão de títulos de curtíssimo prazo (1 dia). Assim, é feita uma média ponderada e ajustada que é divulgada diariamente. Ela é a taxa Selic Overnight. No ano, ela é a taxa Selic anual.

- Receba notícias sobre economia, investimentos e finanças no Telegram

Taxa Selic Meta

A taxa Selic que conhecemos é a Taxa Selic Meta. Ela é estabelecida pelo Copom (Comitê de Política Monetária) em reuniões que acontecem a cada 45 dias. Então, sempre que você vê alguma notícia relacionada às definições da taxa pelo governo, é sobre a Selic Meta que estão falando.

A alíquota é definida pela equipe do conselho e tem como objetivo servir de parâmetro para as operações financeiras. Sua função também é monetária e pode ser empregada para conter a inflação ou para estimular o consumo no mercado brasileiro.

Taxa Selic Over

A Selic Over é a taxa sendo executada e calculada na prática. Ou seja, ela é a média de todas as operações que utilizam a Selic como parâmetro. Quando os bancos realizam os empréstimos diários entre si, eles fazem o lastreamento das operações utilizando títulos públicos.

Isso quer dizer que as instituições dão suas reservas em papéis - como o Tesouro Direto - como uma garantia pelo pagamento do crédito que solicitaram. Assim, os juros cobrados pelo empréstimo se baseiam no valor da taxa Selic executada pelo governo.

Todos os valores praticados pelos bancos são calculados e sua média dá resultado à taxa Selic Over. Ela se baseia na Selic Meta, como falamos antes, mas sempre ficando poucos números abaixo dela.

Para saber quanto está a taxa Selic em um determinado dia do período, você pode consultar o site do Banco Central onde são fornecidas todas as informações históricas e diárias sobre a Selic.

Então, como a Selic controla a inflação?

A resposta é mais simples do que pode parecer num primeiro momento: quando o Copom aumenta a taxa básica de juros, a finalidade é conter a demanda aquecida, e isso causa reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. O lado ruim é que desse modo as taxas mais altas podem dificultar a recuperação da economia.

Por outro lado, quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica. Isso aconteceu ao longo de 2020 quando a Selic chegou a ser definida em 2% ao ano, patamar mais baixo de sua história desde o início da série histórica, em 1996.

A imagem abaixo, divulgada pelo Banco central, mostra de forma bem didática o que queremos dizer:

Créditos: Divulgação/Banco Central
Créditos: Divulgação/Banco Central

Veja o histórico da Selic nos últimos anos

Na imagem abaixo é possível ver o histórico da Selic de 2017 para cá:

Créditos: Banco Central/Poupar Dinheiro
Créditos: Banco Central/Poupar Dinheiro

Abaixo você pode conferir a tabela com o histórico completo da Taxa Selic desde 1996:

Reunião Período de vigência Meta SELIC
% a.a.
(1)(6)
TBAN
% a.m.
(2)(6)
Taxa SELIC
data viés % (3) % a.a.(4)
242º 27/10/2021 28/10/2021 - 7,75
241º 22/09/2021 23/09/2021 - 27/10/2021 6,25 0,57 6,15
240º 04/08/2021 05/08/2021 - 22/09/2021 5,25 0,68 5,15
239º 16/06/2021 17/06/2021 - 04/08/2021 4,25 0,57 4,15
238º 05/05/2021 06/05/2021 - 16/06/2021 3,50 0,39 3,40
237º 17/03/2021 18/03/2021 - 05/05/2021 2,75 0,34 2,65
236º 20/01/2021 21/01/2021 - 17/03/2021 2,00 0,28 1,90
235º 09/12/2020 10/12/2020 - 20/01/2021 2,00 0,21 1,90
234º 28/10/2020 29/10/2020 - 09/12/2020 2,00 0,22 1,90
233º 16/09/2020 17/09/2020 - 28/10/2020 2,00 0,22 1,90
232º 05/08/2020 06/08/2020 - 16/09/2020 2,00 0,22 1,90
231º 17/06/2020 18/06/2020 - 05/08/2020 2,25 0,30 2,15
230º 06/05/2020 07/05/2020 - 17/06/2020 3,00 0,32 2,90
229º 18/03/2020 19/03/2020 - 06/05/2020 3,75 0,46 3,65
228º 05/02/2020 06/02/2020 - 18/03/2020 4,25 0,45 4,15
227º 11/12/2019 12/12/2019 - 05/02/2020 4,50 0,65 4,40
226º 30/10/2019 31/10/2019 - 11/12/2019 5,00 0,55 4,90
225º 18/09/2019 19/09/2019 - 30/10/2019 5,50 0,63 5,40
224º 31/07/2019 01/08/2019 - 18/09/2019 6,00 0,80 5,90
223º 19/06/2019 21/06/2019 - 31/07/2019 6,50 0,72 6,40
222º 08/05/2019 09/05/2019 - 20/06/2019 6,50 0,74 6,40
221º 20/03/2019 21/03/2019 - 08/05/2019 6,50 0,82 6,40
220º 05/02/2019 06/02/2019 - 20/03/2019 6,50 0,69 6,40
219º 11/12/2018 12/12/2018 - 05/02/2019 6,50 0,94 6,40
218º 31/10/2018 01/11/2018 - 11/12/2018 6,50 0,69 6,40
217º 19/09/2018 20/09/2018 - 31/10/2018 6,50 0,72 6,40
216º 01/08/2018 02/08/2018 - 19/09/2018 6,50 0,84 6,40
215º 20/06/2018 21/06/2018 - 01/08/2018 6,50 0,74 6,40
214º 16/05/2018 17/05/2018 - 20/06/2018 6,50 0,59 6,40
213º 21/03/2018 22/03/2018 - 16/05/2018 6,50 0,94 6,40
212º 06/02/2018 07/02/2018 - 21/03/2018 6,75 0,72 6,65
211º 05/12/2017 06/12/2017 - 06/02/2018 7,00 1,15 6,90
210º 24/10/2017 25/10/2017 - 05/12/2017 7,50 0,80 7,40
209º 06/09/2017 08/09/2017 - 24/10/2017 8,25 1,03 8,15
208º 26/07/2017 27/07/2017 - 06/09/2017 9,25 1,05 9,15
207º 31/05/2017 01/06/2017 - 26/07/2017 10,25 1,51 10,15
206º 12/04/2017 13/04/2017 - 31/05/2017 11,25 1,35 11,15
205º 22/02/2017 23/02/2017 - 12/04/2017 12,25 1,51 12,15
204º 10/01/2017 11/01/2017 - 22/02/2017 13,00 1,45 12,90
203º 29/11/2016 30/11/2016 - 10/01/2017 13,75 1,53 13,65
202º 18/10/2016 19/10/2016 - 29/11/2016 14,00 1,46 13,90
201º 31/08/2016 01/09/2016 - 18/10/2016 14,25 1,75 14,15
200º 20/07/2016 21/07/2016 - 31/08/2016 14,25 1,59 14,15
199º 08/06/2016 09/06/2016 - 20/07/2016 14,25 1,59 14,15
198º 27/04/2016 28/04/2016 - 08/06/2016 14,25 1,53 14,15
197º 02/03/2016 03/03/2016 - 27/04/2016 14,25 2,02 14,15
196º 19/01/2016 20/01/2016 - 02/03/2016 14,25 1,48 14,15
195º 24/11/2015 25/11/2015 - 19/01/2016 14,25 2,02 14,15
194º 20/10/2015 21/10/2015 - 24/11/2015 14,25 1,27 14,15
193º 02/09/2015 03/09/2015 - 20/10/2015 14,25 1,75 14,15
192º 29/07/2015 30/07/2015 - 02/09/2015 14,25 1,32 14,15
191º 03/06/2015 04/06/2015 - 29/07/2015 13,75 2,00 13,65
190º 29/04/2015 30/04/2015 - 03/06/2015 13,25 1,18 13,15
189º 04/03/2015 05/03/2015 - 29/04/2015 12,75 1,81 12,65
188º 20/01/2015 21/01/2015 - 04/03/2015 12,25 1,28 12,15
187º 02/12/2014 03/12/2014 - 20/01/2015 11,75 1,45 11,65
186º 28/10/2014 29/10/2014 - 02/12/2014 11,25 1,05 11,15
185º 03/09/2014 04/09/2014 - 28/10/2014 11,00 1,66 10,90
184º 16/07/2014 17/07/2014 - 03/09/2014 11,00 1,45 10,90
183º 28/05/2014 29/05/2014 - 16/07/2014 11,00 1,41 10,90
182º 02/04/2014 03/04/2014 - 28/05/2014 11,00 1,53 10,90
181º 26/02/2014 27/02/2014 - 02/04/2014 10,75 0,93 10,65
180º 14/01/2014 15/01/2014 - 26/02/2014 10,50 1,18 10,40
179º 26/11/2013 27/11/2013 - 14/01/2014 10,00 1,24 9,90
178º 09/10/2013 10/10/2013 - 26/11/2013 9,50 1,22 9,40
177º 28/08/2013 29/08/2013 - 09/10/2013 9,00 1,02 8,90
176º 10/07/2013 11/07/2013 - 28/08/2013 8,50 1,13 8,40
175º 29/05/2013 30/05/2013 - 10/07/2013 8,00 0,88 7,90
174º 17/04/2013 18/04/2013 - 29/05/2013 7,50 0,82 7,40
173º 06/03/2013 07/03/2013 - 17/04/2013 7,25 0,80 7,16
172º 15/01/2013 16/01/2013 - 06/03/2013 7,25 0,90 7,12
171º 27/11/2012 28/11/2012 - 15/01/2013 7,25 0,91 7,14
170º 10/10/2012 11/10/2012 - 27/11/2012 7,25 0,88 7,14
169º 29/08/2012 30/08/2012 - 10/10/2012 7,50 0,82 7,39
168º 11/07/2012 12/07/2012 - 29/08/2012 8,00 1,06 7,89
167º 30/05/2012 31/05/2012 - 11/07/2012 8,50 0,93 8,39
166º 18/04/2012 19/04/2012 - 30/05/2012 9,00 0,99 8,90
165º 07/03/2012 08/03/2012 - 18/04/2012 9,75 1,07 9,65
164º 17/01/2012 18/01/2012 - 07/03/2012 10,50 1,30 10,40
163º 29/11/2011 30/11/2011 - 17/01/2012 11,00 1,45 10,90
162º 18/10/2011 19/10/2011 - 29/11/2011 11,50 1,21 11,40
161º 31/08/2011 01/09/2011 - 18/10/2011 12,00 1,48 11,90
160º 20/07/2011 21/07/2011 - 31/08/2011 12,50 1,40 12,42
159º 08/06/2011 09/06/2011 - 20/07/2011 12,25 1,33 12,17
158º 20/04/2011 21/04/2011 - 08/06/2011 12,00 1,49 11,92
157º 02/03/2011 03/03/2011 - 20/04/2011 11,75 1,46 11,67
156º 18/01/2011 19/01/2011 - 02/03/2011 11,25 1,27 11,17
155º 07/12/2010 08/12/2010 - 18/01/2011 10,75 1,21 10,66
154º 19/10/2010 20/10/2010 - 07/12/2010 10,75 1,34 10,66
153º 01/09/2010 02/09/2010 - 19/10/2010 10,75 1,34 10,66
152º 21/07/2010 22/07/2010 - 01/09/2010 10,75 1,21 10,66
151º 09/06/2010 10/06/2010 - 21/07/2010 10,25 1,16 10,16
150º 28/04/2010 29/04/2010 - 09/06/2010 9,50 1,04 9,40
149º 17/03/2010 18/03/2010 - 28/04/2010 8,75 0,93 8,65
148º 26/01/2010 27/01/2010 - 17/03/2010 8,75 1,09 8,65
147º 08/12/2009 09/12/2009 - 26/01/2010 8,75 1,09 8,65
146º 20/10/2009 21/10/2009 - 08/12/2009 8,75 1,13 8,65
145º 02/09/2009 03/09/2009 - 20/10/2009 8,75 1,09 8,65
144º 22/07/2009 23/07/2009 - 02/09/2009 8,75 0,99 8,65
143º 10/06/2009 11/06/2009 - 22/07/2009 9,25 1,01 9,16
142º 29/04/2009 30/04/2009 - 10/06/2009 10,25 1,12 10,16
141º 11/03/2009 12/03/2009 - 29/04/2009 11,25 1,40 11,16
140º 20/01/2009 21/01/2009 - 11/03/2009 12,75 1,57 12,66
139º 09/12/2008 10/12/2008 - 20/01/2009 13,75 1,43 13,66
138º 28/10/2008 29/10/2008 - 09/12/2008 13,75 1,53 13,65
137º 10/09/2008 11/09/2008 - 28/10/2008 13,75 1,79 13,66
136º 23/07/2008 24/07/2008 - 10/09/2008 13,00 1,70 12,92
135º 04/06/2008 05/06/2008 - 23/07/2008 12,25 1,61 12,17
134º 16/04/2008 17/04/2008 - 04/06/2008 11,75 1,41 11,63
133º 05/03/2008 06/03/2008 - 16/04/2008 11,25 1,23 11,18
132º 22/01/2008 23/01/2008 - 05/03/2008 11,25 1,18 11,18
131º 04/12/2007 05/12/2007 - 22/01/2008 11,25 1,40 11,18
130º 17/10/2007 18/10/2007 - 04/12/2007 11,25 1,40 11,18
129º 05/09/2007 06/09/2007 - 17/10/2007 11,25 1,18 11,18
128º 18/07/2007 19/07/2007 - 05/09/2007 11,50 1,51 11,43
127º 06/06/2007 07/06/2007 - 18/07/2007 12,00 1,31 11,93
126º 18/04/2007 19/04/2007 - 06/06/2007 12,50 1,59 12,43
125º 07/03/2007 08/03/2007 - 18/04/2007 12,75 1,38 12,68
124º 23/01/2007 24/01/2007 - 07/03/2007 13,00 1,36 12,93
123º 28/11/2006 29/11/2006 - 23/01/2007 13,25 1,89 13,19
122º 17/10/2006 18/10/2006 - 28/11/2006 13,75 1,43 13,67
121º 30/08/2006 31/08/2006 - 17/10/2006 14,25 1,75 14,17
120º 19/07/2006 20/07/2006 - 30/08/2006 14,75 1,64 14,67
119º 31/05/2006 01/06/2006 - 19/07/2006 15,25 1,92 15,18
118º 19/04/2006 20/04/2006 - 31/05/2006 15,75 1,63 15,70
117º 08/03/2006 09/03/2006 - 19/04/2006 16,50 1,77 16,50
116º 17/01/2006 18/01/2006 - 08/03/2006 17,25 2,11 17,26
115º 13/12/2005 14/12/2005 - 17/01/2006 18,00 1,66 18,00
114º 22/11/2005 23/11/2005 - 13/12/2005 18,50 1,01 18,49
113º 18/10/2005 19/10/2005 - 22/11/2005 19,00 1,60 18,98
112º 14/09/2005 15/09/2005 - 18/10/2005 19,50 1,71 19,48
111º 17/08/2005 18/08/2005 - 14/09/2005 19,75 1,37 19,74
110º 20/07/2005 21/07/2005 - 17/08/2005 19,75 1,44 19,75
109º 15/06/2005 16/06/2005 - 20/07/2005 19,75 1,80 19,73
108º 18/05/2005 19/05/2005 - 15/06/2005 19,75 1,37 19,75
107º 20/04/2005 22/04/2005 - 18/05/2005 19,50 1,35 19,51
106º 16/03/2005 17/03/2005 - 21/04/2005 19,25 1,69 19,24
105º 16/02/2005 17/02/2005 - 16/03/2005 18,75 1,37 18,75
104º 18/01/2005 19/01/2005 - 16/02/2005 18,25 1,20 18,25
103º 14/12/2004 15/12/2004 - 18/01/2005 17,75 1,63 17,74
102º 16/11/2004 17/11/2004 - 14/12/2004 17,25 1,27 17,23
101º 19/10/2004 20/10/2004 - 16/11/2004 16,75 1,11 16,74
100º 15/09/2004 16/09/2004 - 19/10/2004 16,25 1,44 16,23
99º 18/08/2004 19/08/2004 - 15/09/2004 16,00 1,12 15,90
98º 21/07/2004 22/07/2004 - 18/08/2004 16,00 1,17 15,83
97º 16/06/2004 17/06/2004 - 21/07/2004 16,00 1,46 15,79
96º 19/05/2004 20/05/2004 - 16/06/2004 16,00 1,11 15,79
95º 14/04/2004 15/04/2004 - 19/05/2004 16,00 1,41 15,80
94º 17/03/2004 18/03/2004 - 14/04/2004 16,25 1,13 16,09
93º 18/02/2004 19/02/2004 - 17/03/2004 16,50 1,08 16,28
92º 20/01/2004 21/01/2004 - 18/02/2004 16,50 1,21 16,30
91º 16/12/2003 17/12/2003 - 20/01/2004 16,50 1,39 16,32
90º 18/11/2003 19/11/2003 - 16/12/2003 17,50 1,28 17,32
89º 21/10/2003 22/10/2003 - 18/11/2003 19,00 1,38 18,84
88º 17/09/2003 18/09/2003 - 21/10/2003 20,00 1,81 19,84
87º 20/08/2003 21/08/2003 - 17/09/2003 22,00 1,58 21,84
86º 23/07/2003 24/07/2003 - 20/08/2003 24,50 1,74 24,32
85º 18/06/2003 19/06/2003 - 23/07/2003 26,00 2,21 25,74
84º 21/05/2003 22/05/2003 - 18/06/2003 26,50 1,87 26,27
83º 23/04/2003 24/04/2003 - 21/05/2003 26,50 1,78 26,32
82º 19/03/2003 alta 20/03/2003 - 23/04/2003 26,50 2,16 26,32
81º 19/02/2003 20/02/2003 - 19/03/2003 26,50 1,68 26,30
80º 21/01/2003 22/01/2003 - 19/02/2003 25,50 1,81 25,36
79º 17/12/2002 18/12/2002 - 21/01/2003 25,00 2,05 24,90
78º 19/11/2002 20/11/2002 - 17/12/2002 22,00 1,58 21,90
77º 22/10/2002 23/10/2002 - 19/11/2002 21,00 1,44 20,90
76º ex. 14/10/2002 15/10/2002 - 22/10/2002 21,00 0,53 20,90
75º 18/09/2002 19/09/2002 - 14/10/2002 18,00 1,18 17,90
74º 21/08/2002 baixa 22/08/2002 - 18/09/2002 18,00 1,31 17,87
73º 17/07/2002 18/07/2002 - 21/08/2002 18,00 1,64 17,86
72º 19/06/2002 baixa 20/06/2002 - 17/07/2002 18,50 1,35 18,40
71º 22/05/2002 23/05/2002 - 19/06/2002 18,50 1,26 18,07
70º 17/04/2002 18/04/2002 - 22/05/2002 18,50 1,62 18,35
69º 20/03/2002 21/03/2002 - 17/04/2002 18,50 1,28 18,45
68º 20/02/2002 21/02/2002 - 20/03/2002 18,75 1,38 18,80
67º 22/01/2002 23/01/2002 - 20/02/2002 19,00 1,25 19,05
66º 18/12/2001 19/12/2001 - 22/01/2002 19,00 1,60 19,05
65º 20/11/2001 21/11/2001 - 18/12/2001 19,00 1,39 19,05
64º 17/10/2001 18/10/2001 - 20/11/2001 19,00 1,60 19,05
63º 19/09/2001 20/09/2001 - 17/10/2001 19,00 1,32 19,07
62º 22/08/2001 23/08/2001 - 19/09/2001 19,00 1,32 19,04
61º 18/07/2001 19/07/2001 - 22/08/2001 19,00 1,74 18,96
60º 20/06/2001 baixa 21/06/2001 - 18/07/2001 18,25 1,34 18,31
59º 23/05/2001 24/05/2001 - 20/06/2001 16,75 1,17 16,76
58º 18/04/2001 19/04/2001 - 23/05/2001 16,25 1,45 16,30
57º 21/03/2001 22/03/2001 - 18/04/2001 15,75 1,11 15,84
56º 14/02/2001 15/02/2001 - 21/03/2001 15,25 1,30 15,20
55º 16/01/2001 17/01/2001 - 14/02/2001 15,25 1,13 15,19
54º 19/12/2000 20/12/2000 - 16/01/2001 15,75 1,05 15,76
53º 21/11/2000 22/11/2000 - 19/12/2000 16,50 1,21 16,38
52º 17/10/2000 18/10/2000 - 21/11/2000 16,50 1,41 16,56
51º 20/09/2000 21/09/2000 - 17/10/2000 16,50 1,16 16,60
50º 23/08/2000 24/08/2000 - 20/09/2000 16,50 1,16 16,54
49º 19/07/2000 20/07/2000 - 23/08/2000 16,50 1,53 16,51
48º baixa 10/07/2000 - 19/07/2000 17,00 0,50 16,96
48º 20/06/2000 baixa 21/06/2000 - 07/07/2000 17,50 0,76 17,35
47º 24/05/2000 25/05/2000 - 20/06/2000 18,50 1,28 18,39
46º 19/04/2000 20/04/2000 - 24/05/2000 18,50 1,57 18,55
45º baixa 29/03/2000 - 19/04/2000 18,50 1,09 18,60
45º 22/03/2000 baixa 23/03/2000 - 28/03/2000 19,00 0,28 18,94
44º 16/02/2000 17/02/2000 - 22/03/2000 19,00 1,59 18,88
43º 18/01/2000 19/01/2000 - 16/02/2000 19,00 1,38 18,87
42º 14/12/1999 15/12/1999 - 18/01/2000 19,00 1,74 19,00
41º 09/11/1999 10/11/1999 - 14/12/1999 19,00 1,67 18,99
40º 06/10/1999 baixa 07/10/1999 - 09/11/1999 19,00 1,59 18,87
39º 22/09/1999 23/09/1999 - 06/10/1999 19,00 0,69 19,01
38º 01/09/1999 02/09/1999 - 22/09/1999 19,50 1,00 19,52
37º 28/07/1999 29/07/1999 - 01/09/1999 19,50 1,78 19,51
36º 23/06/1999 baixa 24/06/1999 - 28/07/1999 21,00 1,90 20,88
35º baixa 09/06/1999 - 23/06/1999 22,00 0,87 21,92
35º 19/05/1999 baixa 20/05/1999 - 08/06/1999 23,50 1,09 23,36
34º baixa 13/05/1999 - 19/05/1999 27,00 0,47 26,96
34º baixa 10/05/1999 - 12/05/1999 29,50 0,31 29,53
34º baixa 29/04/1999 - 07/05/1999 32,00 0,77 31,91
34º 14/04/1999 baixa 15/04/1999 - 28/04/1999 34,00 1,05 33,92
33º baixa 06/04/1999 - 14/04/1999 39,50 0,93 39,42
33º baixa 25/03/1999 - 05/04/1999 42,00 0,84 41,96
33º 04/03/1999 baixa 05/03/1999 - 24/03/1999 45,00 2,08 44,95
32º 17/01/1999 18/01/1999 - 04/03/1999 25,00 41,00 3,98 37,34
31º 15/12/1998 16/12/1998 - 17/01/1999 29,00 36,00 2,16 29,21
30º 10/11/1998 11/11/1998 - 15/12/1998 19,00 42,25 3,02 34,93
29º 07/10/1998 08/10/1998 - 10/11/1998 19,00 49,75 3,26 42,12
28º ex. 10/09/1998 11/09/1998 - 07/10/1998 19,00 49,75 2,58 40,18
27º 02/09/1998 03/09/1998 - 10/09/1998 19,00 29,75 0,45 25,49
26º 29/07/1998 30/07/1998 - 02/09/1998 19,75 25,75 1,76 19,25
25º 24/06/1998 25/06/1998 - 29/07/1998 21,00 28,00 1,86 20,45
24º 20/05/1998 21/05/1998 - 24/06/1998 21,75 29,75 1,85 21,23
23º 15/04/1998 16/04/1998 - 20/05/1998 23,25 35,25 1,92 23,16
22º 04/03/1998 05/03/1998 - 15/04/1998 28,00 38,00 2,74 27,51
21º 27/01/1998 28/01/1998 - 04/03/1998 34,50 42,00 2,72 34,20
20º 16/12/1997 01/01/1998 - 27/01/1998 38,00 43,00 2,43 37,47
19º 18/11/1997 30/11/1997 - 30/12/1997 2,90 3,15 2,97 39,87
18º ex. 29/10/1997 30/10/1997 - 29/11/1997 3,05 3,23 3,18 45,67
17º 21/10/1997 31/10/1997 - 29/11/1997 1,00 1,00 3,04 45,90
16º 17/09/1997 01/10/1997 - 29/10/1997 1,58 1,78 1,53 19,05
15º 20/08/1997 01/09/1997 - 30/09/1997 1,58 1,78 1,59 19,81
14º 23/07/1997 01/08/1997 - 31/08/1997 1,58 1,78 1,59 20,78
13º 18/06/1997 01/07/1997 - 31/07/1997 1,58 1,78 1,60 19,04
12º 21/05/1997 01/06/1997 - 30/06/1997 1,58 1,78 1,61 21,08
11º 16/04/1997 01/05/1997 - 31/05/1997 1,58 1,78 1,58 21,91
10º 19/03/1997 01/04/1997 - 30/04/1997 1,58 1,78 1,66 21,84
19/02/1997 01/03/1997 - 31/03/1997 1,62 1,80 1,64 24,11
21/01/1997 31/01/1997 - 28/02/1997 1,66 1,84 1,67 26,14
17/12/1996 31/12/1996 - 30/01/1997 1,70 1,88 1,73 21,73
26/11/1996 30/11/1996 - 30/12/1996 1,74 1,90 1,80 23,94
22/10/1996 31/10/1996 - 29/11/1996 1,78 1,90 1,80 25,27
23/09/1996 01/10/1996 - 30/10/1996 1,82 1,93 1,86 23,48
21/08/1996 01/09/1996 - 30/09/1996 1,88 1,90 25,40
30/07/1996 01/08/1996 - 31/08/1996 1,90 1,97 25,01
26/06/1996 01/07/1996 - 31/07/1996 1,90 1,93 23,28

Fonte: Banco Central (BC) - Atualizado em 28/10/2021

Atualmente a Taxa Selic se encontra em 7,75%, confrme decisão tomada pelo Copom na 7ª reunião de 2021, realizada nos dias 26 e 27 de outubro de 2021.

Como a Selic afeta seu bolso?

A taxa de juros Selic é uma referência para todos demais juros da economia brasileira e por isso, seus reajustes podem oferecer impactos para todos nós. Há duas principais formas de nos impactar. São elas:

  • Empréstimos e financiamentos: com a Selic mais alta, eles ficam mais caros;
  • Aplicações financeiras: vários são os investimentos que têm relação com a Selic, direta ou indiretamente.

Em relação aos empréstimos e financiamentos, é importante estar atento porque as taxas de juros possivelmente serão reajustadas na mesma medida a partir de agora, o que vai encarecer esse tipo de serviço.

Já em relação aos investimentos, é interessante que voltemos o nosso olhar com um pouco mais de atenção, porque são várias formas de impacto. Veja.

Como a Selic impacta nas aplicações financeiras?

Uma das aplicações financeiras impactadas pela alta da Selic é o Tesouro Nacional. Entre os títulos emitidos por ele, há vários que levam em consideração a Selic e isso pode ser até bom para os investidores que passarão a ter um rendimento um pouquinho maior a partir de agora.

Além disso, a própria poupança é afetada já que ela oferece um rendimento de 70% da Selic. Portanto, se antes a Selic estava em 6,25% ao ano e a poupança rendia 4,375% ao ano, agora com a Selic a 7,75%, a poupança passa a oferecer um retorno de cerca de 5,425% ao ano (porém, o retorno oficial ainda será divulgado nessa semana pelo Banco Central). Isso também torna a poupança um pouco mais interessante ainda que esse rendimento não cubra a inflação do período.

Também é interessante destacar que mesmo as ações podem ser impactadas pela Selic, ainda que indiretamente, para o bem ou para o mal. Isso porque alguns setores se beneficiam de uma Selic mais alta enquanto outros são prejudicados.

Entre os que se beneficiam estão dos bancos, por exemplo, porque o aumento da taxa de juros pode aumentar o "spread", com crescimento direto na margem financeira bruta dessas instituições financeiras.

Por outro lado, o setor de construção civil, por exemplo, tende a sofrer um impacto negativo, já que o financiamento imobiliário se torna mais caro e as pessoas, portanto, tendem a procurar menos por imóveis.

E, por fim, é preciso considerar também que o rendimento de alguns tipos de ativos pode jogar contra eles com uma Selic mais alta. Com uma Taxa Selic mais baixa eles até poderiam ser boas opções de investimentos, mas com a Selic mais alta eles perdem um pouco da competitividade e por isso são impactados negativamente por essa taxa.

Próximos ajustes da Selic

Atualmente o mercado financeiro está prevendo que novos ajustes sigam acontecendo na Taxa Selic nos próximos encontros do Copom, portanto, além do último aumento de 1,5% determinado, também há a expectativa de nova elevação em dezembro, no mesmo patamar, quando acontecerá a última reunião do ano do Copom. Há quem acredite que a Selic possa voltar a faixa dos 10% ou até mesmo 11% no início ano que vem.

Porém, a única certeza que temos nesse momento são as próximas data de reuniões do Copom. Em 2021, o calendário está sendo o seguinte:

  • 19 e 20 de janeiro;
  • 16 e 17 de março;
  • 4 e 5 de maio;
  • 15 e 16 de junho;
  • 3 e 4 de agosto;
  • 21 e 22 de setembro;
  • 26 e 27 de outubro;
  • 7 e 8 de dezembro.

Em 2022 os encontro acontecerão nas seguintes datas:

  • 1º e 2 de fevereiro;
  • 15 e 16 de março;
  • 3 e 4 de maio;
  • 14 e 15 de junho;
  • 2 e 3 de agosto;
  • 20 e 21 de setembro;
  • 25 e 26 de outubro;
  • 6 e 7 de dezembro.

Então agora você já sabe o que é a Selic e como ela impacta na sua vida e se você gostou desse artigo, compartilhe em suas redes sociais.