Os mais de 36 milhões de beneficiários do INSS já possuem uma data para começar a ganhar o valor reajustado, em 2022, de sua aposentadoria, pensão ou auxílio. Em suma, para quem recebe um salário mínimo, os depósitos referentes ao mês de janeiro, serão feitos entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro.

Por outro lado, os segurados do INSS com renda mensal acima do piso nacional, terão os seus pagamentos creditados a partir do dia 1º de fevereiro. Os pagamentos já devem considerar, os valores corrigidos pela inflação.

O índice final, que será aplicado nas aposentadorias do INSS, ainda não foi confirmado, porém, após a divulgação da inflação medida pelo INPC, especialistas já apontam que o reajuste deverá se de 10,16%.

INSS: aposentados começam a receber valor reajustado

Para definir o reajuste, sempre é considerado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O mesmo, leva em conta a inflação das famílias com rendimento de 1 a 5 salários-mínimos.

E o INPC fechou o ano de 2021 com alta de 10,16%, acima dos 5,45% registrados em 2020. Os produtos alimentícios tiveram alta de 7,71%, enquanto os não alimentícios variaram 10,93%. Em 2020, o grupo Alimentação e bebidas havia apresentado variação de 15,53% e, os não alimentícios, de 2,60%.

Ademais, a inflação registrada ao longo de 2021, também foi usada para definir o novo valor do salário mínimo, que ficou em R$ 1.212,00. Além disso, o teto do INSS também será alterado, ou seja, o valor máximo pago em aposentadorias do INSS. Atualmente, o valor é de R$ 6.433,57, mas com o reajuste poderá chegar a R$ 7.087,22.

Por fim, o valor do salário mínimo também é usado como piso das aposentadorias, pensões e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Além disso, é utilizado como base para escolher o valor mínimo pago pelo seguro-desemprego e o abono do PIS/Pasep de cada trabalhador.

Como consultar o pagamento do INSS?

Em suma, as datas que serão depositados os benefícios do INSS foram escolhidas no último dia 1º de dezembro. Nessa data, o INSS divulgou o calendário anual de pagamentos de 2022. Ademais, os depósitos seguirão a sequência de anos anteriores, com um calendário para quem ganha 1 salário mínimo, e outro para quem ganha mais.

Para cada categoria, as datas de pagamento serão escolhidas pelo número final do cartão, para aqueles que foram liberados recentemente. De acordo com o INSS, para quem tem o benefício há algum tempo, vale a data que ganham habitualmente.

Cada benefício pago pelo INSS é composto por uma numeração única e segue um padrão de 10 dígitos: Número do Benefício (NB): 999.999.999-9. Por fim, o número a ser observado é o penúltimo algarismo, sem levar em conta o último dígito verificador que aparece após o traço.

Abaixo, confira o calendário de pagamentos, divulgado pelo INSS:

Créditos: reprodução/INSS
Créditos: reprodução/INSS