A Mosaico, dona das ações MOSI3, divulgou nesse domingo, dia 3 de outubro, por meio de um fato relevante, que fará uma combinação de negócios com o Banco Pan, "criando a plataforma mais robusta de banking e consumo do Brasil". A partir dessa integração, o capital social da Mosaico passará a ser detido 100% pelo Banco Pan.

A novidade surge cerca de 8 meses após a realização da Oferta Pública Inicial (IPO na sigla em ingês) da empresa que administra as plataformas Zoom e Buscapé, entre outras. Esse fato, por um lado desagradou alguns acionistas, mas por outro foi considerado positivo, pois as as ações MOSI3 vinha com um desempenho de cerca de 40% de queda.

Segundo a Mosaico, a operação oferece "oportunidades relevantes de geração de valor através da captura de sinergias operacionais entre as partes, principalmente no que tange o crescimento da receita e da margem bruta, como também através de maior eficiência em despesas e investimentos".

Além disso, Mosiaco e Pan realizaram uma live por volta das 10 horas dessa segunda-feira e na oportunidade, elas destacaram alguns pontos importantes para ambas as empresas. Saiba mais abaixo.

Ecossistema complementar

Segundo o Banco Pan, ele já tinha objetivo de entrar com um marketplace e a Mosaico, por sua vez, vinha na expectativa de ampliar os serviços financeiros aos seus clientes, e por isso, a parceria foi considerada vantajosa para ambas as empresas, porque oportuniza uma complementaridade de skills.

O que ambos buscarão a partir de agora é uma união de serviços para consumidores e de serviços bancários. Tanto o Pan quanto a Mosaico esperam ganhar mais contato com clientes, mais tempo de tela com eles, mais produtos, além de uma execução de serviços em parceria, da união de dados de consumo com dados de banking e da integração entre as equipes.

Na live foi destacado que o Banco Pan conta hoje com R$ 32,4 bilhões de carteira de crédito - a maior carteira entre os bancos digitais - além de mais de 10 experiência e 12 milhões de clientes. o banco acredita que entre os principais benefícios da integração estão o aumento da velocidade de crescimento e a oportunidade de entregar tecnologia e produtos que agregam valor para o consumidor a partir do marketplace da Mosaico.

Já a Mosaico tem mais de 20 anos de história, mais de 112 milhões de ofertas e 22 milhões de visitantes. Ela está presente, hoje, em toda a jornada de consumo, além de oferecer conteúdo (tutoriais, artigos, etc) ao consumidores. Sua principal frente de atuação é o marketplace - a plataforma de cupons e promoções - além da plataforma de cashback - que cobre 50% das ofertas atualmente. E agora, a partir da integração, ela vai contar com cartão de crédito (já anunciado) e com serviços financeiros.

De acordo com as direções da empresas, acredita-se que o indivíduo que faz compra é o mesmo que utiliza sistemas financeiros, então na união dos negócios, as empresas contarão com informações ricas do lado da compra e informações ricas do lado do sistema financeiro e com base nessas informações, será possível estar cada vez mais presentes na jornada digital desse indivíduo, oferecendo serviços únicos no mercado, que nenhuma outra empresa oferece atualmente.

Trecho da apresentação feita na manhã dessa segunda-feira, 4 de outubro. Créditos: Reprodução
Trecho da apresentação feita na manhã dessa segunda-feira, 4 de outubro. Créditos: Reprodução

A ideia também é que a Mosaico traga clientes para o serviço financeiro e que o Banco Pan traga clientes para as plataformas da Mosaico, para o funil de compras. Na live, as empresas informaram ainda que pretende-se oferecer a oportunidade de compra na Mosaico sem ter uma conta no Pan, mas também a possibilidade de comprar na Mosaico a partir da conta do Pan.

As empresas destacaram ainda que a expectativa é de que em no máximo 6 meses o marketplace esteja totalmente integrado.

Acionistas da MOSI3 receberão ações do BPAN4

Isso se deve De acordo com o documento, esse processo vai dar aos acionistas da Mosaico o direito de receber ações do Banco Pan na seguinte proporção:

  • 0,8 ações preferenciais, nominativas, escriturais e sem valor nominal, de emissão do Banco Pan (BPAN4), sendo a totalidade das novas ações preferenciais emitidas pelo Banco Pan; e
  • 1 bônus de subscrição sujeito à negociação na B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (B3), cujo exercício está condicionado, a partir desta data e em até 30 meses, à verificação de um preço igual ou superior a R$ 24,00 por ação preferencial do Banco PAN (BPAN4) no fechamento de 3 pregões consecutivos da B3, atribuído como vantagem adicional nos termos do artigo 77 da Lei das S.A., e que conferirá aos acionistas da Mosaico, em conjunto, o direito de subscrever Ações BPAN4 adicionais, sendo que cada 6 bônus de subscrição dará direito a 1 Ação BPAN4.

A entrega dessas ações e desse bônus de subscrição acontecerão após o fechamento da operação, que ainda está sujeita a algumas condições como aprovação das assembleias gerais, aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e do Banco Central do Brasil (BC).

Além disso, os acionistas fundadores da Mosaico estarão sujeitos a lock-up de suas ações que se encerrará dentro de um prazo de 18 a 30 meses a contar do fechamento da operação.

Essa operação também dará direito de recesso aos acionistas da Mosaico que não mais quiserem manter suas ações e participar do processo de transição. Segundo a empresa, porém, "os detalhes sobre o exercício do direito de recesso, incluindo o valor de reembolso, serão oportunamente comunicados ao mercado".

Fundadores da Mosaico farão parte do quadro de executivos não estutários

O fato relevante informa ainda que o Banco Pan fez uma oferta aos acionistas fundadores da mosaico para que, condicionado à realização do fechamento da operação, venham a integrar o quadro de executivos não estatutários do Banco Pan. Suas remunerações serão compatíveis com a remuneração dos principais executivos do Banco Pan, não podendo exceder a remuneração do diretor presidente do Pan.

Além disso, um dos acionistas fundadores deverá ser eleito para integrar o conselho de administração do Banco Pan ao fechamento da operação.

Veja o fato relevante na íntegra.

O Morgan Stanley está atuando como assessor financeiro da Mosaico e o escritório de advocacia Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados está atuando como assessor legal da Mosaico, e o escritório de advocacia Machado Meyer está atuando como assessor legal do Banco PAN.

MOSI3 registrava mais 40% de queda até sexta-feira, dia 1º

Se alguns acionistas podem ter ficado receosos com a mudança - como é normal nesse tipo de situação - por outro lado, muitos viram essa novidade como positiva, por considerarem que as ações do Banco Pan são boas e porque as ações da Mosaico vinham com uma queda de cerca de 40% desde o IPO, realizado no dia 5 de fevereiro de 2021.

E a prova de que não apenas acionistas mas também outros investidores viram a integração como uma boa oportunidade, é que na manhã dessa segunda-feira, após os anuncios feitos, as ações da companhia dispararam na bolsa.

Elas fecharam custando R$ 12,55 na sexta-feira, dia 1º de outubro e na abertura do mercado nessa segunda, elas chegaram a custar R$ 15,57, numa alta de 24%. Depois disso houve uma ligeira correção nos preços e por volta das 11 horas, elas estavam custando R$ 14,70 cada uma, ainda em uma alta de mais de 16% em relação ao preço de sexta-feira.