Viver com renda passiva, ou criar uma fonte de renda extra, por meio de dividendos é o objetivo de diversos investidores, inclusive daqueles que são referência no mercado financeiro, como o brasileiro bilionário Luiz Barsi.

Dentre as diversas vantagens desse tipo de investimento está o fato de que não há especulação na Bolsa de Valores; o investidor precisa realizar aportes em empresas de acordo com diversos fatores, sendo que, em regra, isso é feito em ações de grandes companhias lucrativas e consistentes.

Em meio a esse sucesso dos dividendos - e à ascensão da Bolsa nos últimos tempos - sempre há aquelas companhias que se mostram vantajosas para quem procura investir com foco em dividendos, como a Taesa, a Itaúsa, BB Seguridade e a Alupar, que é o tema desta matéria.

Veja abaixo informações importantes sobre a Alupar e confira o histórico de proventos da companhia, bem como descubra quando será o próximo pagamento de dividendos em 2021:

Quem é a Alupar (ALUP11)?

Fundada em 2007, a Alupar Investimento é uma holding que atua no setor de energia elétrica do Brasil. Nos últimos anos, a companhia participou de diversos leilões, ganhando vários deles e compondo uma estrutura com importantes ativos e contratos de concessão.

Agora em 2021, a Alupar é controladora de 42 ativos ao todo. Do total, 34 deles estão em operação comercial, segundo a companhia, sendo 25 no segmento de transmissão de energia, 8 no de geração hidráulica, bem como 1 complexo de geração eólica.

Desta forma, a Alupar é uma das maiores companhias elétricas do segmento de transmissão de energia em atuação no Brasil. A estreia da holding na Bolsa de Valores ocorreu em 2013 e atualmente a companhia é negociada com as ações preferenciais (ALUP4) e ordinárias (ALUP3), bem como com as units ALUP11.

O que são dividendos? Veja alguns conceitos importantes

Dividendos são uma parte do lucro que é repartida entre os acionistas de uma empresa. Desta forma, todos que compram as ações da companhia na bolsa de valores e assim ficam posicionados conforme a data de corte terão direito ao pagamento. Existem alguns importantes conceitos sobre o assunto, que precisamos saber:

O payout é um dos principais indicadores, ele traz o percentual do lucro líquido que foi destinado aos acionistas em forma de proventos. Desta forma, quanto maior o payout de uma empresa, mais robusta é a remuneração via dividendos e Juros sobre Capital Próprio (JCP).

Outro indicador importante é o Dividend Yield (DY), que informa o percentual de quanto a ação pagou em proventos nos últimos doze meses, em comparação com sua cotação atual. Sendo que é comum encontrarmos rankings elaborados por especialistas em ações com as maiores empresas pagadoras de proventos da B3, isso com base no Dividend Yield.

Por fim, outros dois conceitos necessários para o entendimento do histórico de proventos da Alupar são a data-com e a data-ex, ambas estabelecidas pelo conselho administrativo de cada empresa. Veja o que elas significam:

  • Data-com ("Data de Corte", "Data de Referência" ou ainda "data-base"): é o último dia em que a compra das ações reflete direito de recebimento de dividendos e JCP. Então, se você quiser investir com foco em dividendos, precisa estar atento à data-com divulgada pela empresa;
  • Data-Ex: após a data-com, as ações da empresa passam a ser negociadas na bolsa em Ex-JCP ou ex-dividendos, significando que se for feita compra dos papéis a partir de tal dia, o acionista não receberá os proventos.

A Política de Dividendos da Alupar (ALUP11)

A Alupar possui como política de dividendos obrigatórios um pagamento mínimo aos acionistas de 50% do lucro líquido ajustado, segundo a informação divulgada pela holding em seu site.

A aprovação dos dividendos da Alupar devem passar por deliberação e aprovação em assembleia geral ordinária de acionistas, que deve ser realizada até o dia 30 de abril de cada ano. Conforme explica a Alupar, esse procedimento é necessário em atendimento à Lei das Sociedades Anônimas e ao Estatuto Social da holding.

Após a assembleia, os dividendos serão anunciados aos investidores e ao mercado em geral, sendo que a data-com é exatamente o dia em que ocorre a declaração dos proventos.

"Por determinação do Conselho de Administração, a Diretoria poderá levantar balanços semestrais, intermediários ou intercalares da Sociedade. O Conselho de Administração, pendente de aprovação da Assembleia Geral, poderá declarar dividendos ou juros sobre capital próprio à conta de lucros apurados em tais balanços, ou à conta de lucros acumulados ou de reservas de lucros existentes. A critério do Conselho de Administração, os dividendos e os juros sobre o capital próprio pagos aos acionistas poderão ser considerados antecipação e imputados ao dividendo obrigatório", explica a Alupar.

Desta forma, assim como acontece com as demais companhias da Bolsa, dividendos extras são possíveis, desde que aprovados pelos executivos e principais acionistas da empresa. Para isso acontecer, deve-se ter em mente muitos fatores, como - principalmente - a situação operacional e financeira no período.

Histórico de Dividendos da Alupar (ALUP11)

Em 2007, a Alupar destinou 100% do lucro líquido ajustado a pagamentos de dividendos. Entretanto, a holding só estreou na Bolsa de Valores de São Paulo no ano de 2013, quando o payout foi de 127%. Nos últimos dois anos (2019-20), a holding registrou os menores níveis de payout de sua história, 23,9% e 27,5% respectivamente.

Veja abaixo o histórico de pagamentos de proventos da holding Alupar (ALUP11 e ALUP3):

Exercicio Social Encerrado em 31 de Dezembro de: 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018 2019 2020
Dividendos (R$ milhões) 29,7 82,1 29,1 47,8 47,6 104,7 350,0 350,0 175,0 150,2 158,2 184,6 202,2 246.2
Payout 100,0% 88,6% 25,0% 25,0% 25,0% 50,0% 127,1% 101,6% 88,1% 50,9% 50,3% 50,2% 23,9% 27,5%
Data do Pagamento do 1º Pagamento jun-08 set-09 mai-10 jun-11 jul-12 mai-13 mai-14 out-14 jul-16 jun-17 fev-18 dez-18 jun-20 maio - 2021
Montante do 1º Pagamento (R$ milhões) 16,4 79,2 350,0 100,0 100,0 90,1 61,5 52,7 96,7 87,9
Data do 2º Pagamento out-08 dez-09 mai-15 nov-16 jul-17 jun-18 jul-19 nov-20 agosto - 2021
Montante do 2º Pagamento (R$ milhões) 4,5 2,9 250,0 75,0 60,1 96,7 131,9 105,5 87,9
Data do 3º Pagamento nov-08 novembro - 2021
Montante do 3º Pagamento (R$ milhões) 8,8 70,3
Valor Total de Dividendos por Unit (R$)* 1,68 1,68 0,84 0,51 0,54 0,63 0,69 0,84
*após IPO (23/04/2013). - Fonte: RI/Alupar.

Quando a Alupar vai pagar os próximos Dividendos em 2021?

O próximo pagamento de dividendos da Alupar (B3: ALUP11, ALUP3) já foi anunciado e vai ocorrer no dia 30 de novembro de 2021, conforme informação divulgada pela companhia no último dia 18. Os proventos foram aprovados em Assembleia Geral Extraordinária concluída em 27 de abril desse ano.

Será pago pela Alupar um montante superior a R$ 70,328 milhões, o que reflete um pagamento bruto ao acionista de R$ 0,08 por ação do tipo ordinária (ALUP3) e preferencial (ALUP4), bem como de R$ 0,24 por unit ALUP11.

Esses proventos serão o terceiro pagamento aprovado pela Alupar em 2021. Acontece que em Assembleia Geral Extraordinária realizada em 27 de abril foi aprovada a destinação de um valor total de R$ 246.151.155,32 aos acionistas em forma de dividendos, proveniente de lucro líquido consolidado de 2020.

Conforme a deliberação, os primeiros dois pagamentos de divdendos em 2021 pela Alupar ocorreram em maio e agosto respectivamente, assim como é possível ver no histórico acima.

Terá direito a esse dividendo quem esteve posicionado como acionista da Alupar, ou seja, quem comprou ações da holding na B3, até o dia da assembleia, 27 de abril que foi a data-com.

Veja abaixo um resumo do próximo pagamento de dividendos da Alupar:

  • Pagamento total: R$ 70.328.901,52;
  • Valor por ação ordinária ALUP3 e preferencial ALUP4: R$ 0,08;
  • Valor por unit ALUP11: R$ 0,24;
  • Data-Com: 27 de abril de 2021;
  • Data-Ex: a partir de 28 de abril de 2021;
  • Data do pagamento: 30 de novembro de 2021;
  • Referência: 2020.

- Veja a ata da assembleia de 27 de abril de 2021.