Uma coisa é certa: ninguém quer ficar em dívida com a Receita Federal. E por esse motivo, todos os anos surge a mesma dúvida: será que eu preciso declarar o Imposto de Renda? E se sim, como fazer isso?

Pensando em te ajudar a esclarecer todas as dúvidas, elaboramos esse artigo. Vamos ver quais os documentos que você precisa ter em mãos e como preencher tudo sem deixar nada de lado. Confira abaixo.

Passo a passo de como declarar o Imposto de Renda (IR 2022)

Quem precisa declarar o IR 2022?

Com as novas regras estabelecidas pelo Governo Federal, as faixas de isenção tiveram algumas alterações. Vamos conferir os critérios exigidos para declarar:

  • Quem teve ganhos acima de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis;
  • Quem recebeu um total maior de R$ 40 mil anual em rendimentos isentos e não tributáveis;
  • Aqueles que possuem bens e propriedades no valor total ou superior a R$ 300 mil;
  • Pessoas que ganharam capital por meio de venda de bens que são sujeitos a tributação;
  • Quem operou na Bolsa de Valores ou de mercadorias e futuros;
  • Quem recebeu bruto igual ou superior a R$ 142.798,50 anual em atividades rurais.

Por que preciso declarar investimentos no IR?

A declaração do Imposto de Renda é fundamental para que não haja multas e penalidades com a Receita Federal. Não esqueça de ficar atento, pois todas as operações feitas de renda variável necessitam do preenchimento da Declaração de Imposto de Renda 2022.

Preencha todos os campos de forma correta e verídica, pois caso haja informações incorretas, será necessário uma nova formulação de documento. também é possível comprometer o declarante.

Quais investimentos devem ser declarados?

Como vimos, pessoas que tiveram os rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano anterior ou valores não tributáveis superiores a R$ 40 mil, ou aqueles que realizaram investimentos na Bolsa, devem declarar todos os investimentos.

Mesmo que muitos dos ganhos não sofram com a incidência de tributos, é necessário inserir no IR todos os investimentos em carteira , incluindo:

  • Títulos de renda fixa;
  • Fundos de Investimentos;
  • Ações;
  • Mercado Futuro;
  • Fundos Imobiliários;
  • Poupança;
  • ETFs;
  • Criptomoedas;
  • Dentre outros.

Todos esses investimentos devem estar discriminados na declaração.

Como declarar o Imposto de Renda 2022

Chegou a hora de encarar o leão. Vamos ver o passo a passo para declarar o IR:

  1. Baixe o aplicativo o Meu Imposto de Renda pela loja de seu smartphone ou baixe o software em seu computador pelo site da Receita Federal: (https://www.gov.br/receitafederal/pt-br/assuntos/meu-imposto-de-renda);
  2. Depois de instalado o IRPR, clique em "iniciar Declaração em Branco";
  3. Preencha seu CPF e nome e clique em "Ok’’;
  4. No menu do lado esquerdo, entre em cada uma das fichas da declaração para analisar se será ou não necessário preencher;
  5. Na parte "Identificação do contribuinte", preencha todos os dados e na parte inferior da tela, escolha a natureza de sua ocupação que mais se aproxima do seu trabalho;
  6. Na opção "Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ pelo Titular" você irá dizer quanto você ganhou no ano anterior;
  7. Clique no botão "novo" e preencha os dados da empresa pagadora e o rendimento anual que você recebeu (caso você tenha trabalhado para mais de uma empresa, clique no botão "novo" e repita o processo);
  8. Na opção "Bens e Direitos", você irá colocar tudo que tenha como patrimônio (casa, carro, moto, entre outros) e os seus investimentos. Clique em "novo" e selecione os bens que você precisa declarar;
  9. Caso você declare os investimentos, o código para o Tesouro Direto é o número 45. Ele serve para todos os investimentos de renda fixa, como CDB, RDB, LCI, LCA, entre outros);
  10. Ao finalizar, clique em "checar pendências", para que o programa confira se algo está faltando. Caso tudo esteja certo, confira o item "resumo da declaração" e salve uma cópia de segurança para você, e clique em "entregar declaração".

Existe uma regra de ações, que se você lucrar até R$ 20 mil por mês, não será tributado. Mas passando desse valor, será tributado todo valor. Você precisa emitir uma DARF e pagar o imposto sobre o lucro. O prazo é até o último dia útil do mês seguinte ao mês da venda para fazer esse pagamento.

Para gerar a DARF existe uma ferramenta da Receita Federal chamada SICALC. Quanto mais ação você comprar e vender, mais complexa ficará sua declaração. Caso você não consiga realizar todos os processos sozinho, a indicação é buscar ajuda de um contador.