Uma ajudinha na hora de investir é sempre uma boa pedida não é mesmo? Melhor ainda quando essa ajuda vem de um time de especialistas no assunto! Pensando nisso, o Poupar Dinheiro resolveu trazer aqui a Carteira de Ações Recomendadas Small Caps da Nu invest. Você pode conferí-la logo mais abaixo. Mas antes, vamos saber um pouco mais sobre ela.

Carteira de Ações Recomendadas Small Caps

Small Caps é um termo utilizado no mercado para se referir à ações de empresas pequenas comparadas às gigantes da bolsa. As empresas que se enquadram nesse grupo são aquelas com valor de mercado entre R$ 300 milhões e R$ 2 bilhões, podendo ir até US$ 2 bilhões (não há uma definição formal).

Por isso a Nu invest apresenta essa carteira dizendo: "Pequenas empresas, grandes oportunidades". Entre as vantagens de investir nesse tipo de ativo está a oportunidade de crescimento que elas têm, além de uma cop=mum subprecificação já que muitas delas costumam estar fora dos radares da maior parte dos investidores.

Tendo isso em mente, os analistas da Nu invest fizeram uma lista de small caps que eles acreditam ser uma boa escolha para o médio e longo prazo. O objetivo desta carteira é superar o índice de Small Caps (SMLL) a longo prazo. Veja abaixo.

Small Caps para comprar em outubro

Veja abaixo quais são as 10 ações recomendadas pela Nu invest para outubro de 2021 na categoria small caps:

Créditos: Reprodução/Nu invest
Créditos: Reprodução/Nu invest

Saiba mais sobre as ações listadas

Na análise mensal que a Nu invest disponibiliza aos investidores, destacou-se que "enquanto o Ibovespa e o SMLL registraram quedas de respectivamente 14% e 17%, Ferbasa, Petz, BrasilAgro e Kepler Weber se destacaram ao apresentarem resultados muito melhores do que a média de mercado no período: +35%, -2%, -2% e -7%, respectivamente (até dia 29/set)".

Além disso, o analista Murilo Brender também pontuou que AGRO3 e KEPL3 anunciaram recentemente que vão distribuir dividendos altos. "O retorno em dividendos normalmente não está na lista das principais métricas a serem analisadas na hora de montar uma estratégia de empresas com alto potencial de valorização. Afinal de contas, uma possível interpretação para uma robusta distribuição de proventos é que a companhia já atingiu a maturidade e não possui muito espaço para crescimento, mas nem sempre isso é verdade", disse.

No caso da Brasil Agro, a companhia anunciou que serão pagos R$ 2,62 por ação, com base na posição acionária do dia 28 de setembro, o que resulta em um retorno em dividendos (dividend yield) de 9,0%, bem acima da sua média histórica já elevada de 5%.

A explicação para isso é que a empresa comunicou recentemente a venda parcial de uma de suas fazendas na Bahia com uma impressionante TIR (Taxa Interna de Retorno) de 56,5%. O valor dessa única venda (R$ 130 milhões) já é superior do que a soma de todas as vendas realizadas entre 2020 e 2021.

"Além disso, suas fazendas no Maranhão, Tocantins, Piauí, Bahia, Paraguai e Bolívia não estão expostas geograficamente às geadas, enquanto as secas prejudicaram mais fortemente o milho, que representa apenas 9% do Ebitda Operacional (exclui venda de fazendas). A maior exposição está em cana e soja que somaram 80% do Ebitda Operacional em 2021", disse ainda o relatório.

E em relação a Kepler Weber, o relatório aponta que a vem passando, desde 2018, por um choque de gestão, que vem trazendo consquências positivas, entre elas uma sólida posição financeira representada por ter R$ 383 milhões de excedente em caixa em relação às suas dívidas. Em função disso, a companhia aprovou uma redução de capital social de R$ 278,5 milhões em uma assembléia realizada no início de agosto.

Caso nenhum credor faça oposição que inviabilize a operação proposta até essa terça-feira, dia 5 de outubro (60 dias após a reunião), a companhia pretende distribuir todo o montante sob a forma de dividendos. As datas só serão conhecidas após o término do prazo, porém, o valor dos dividendos já podemos ter uma ideia: R$ 9,17 por ação, o que representaria um dividend yeld de 19%.

"Caso nenhum credor faça oposição que inviabilize a operação proposta até o dia 5 de outubro (60 dias após a reunião), a companhia pretende distribuir todo o montante sob a forma de dividendos. As datas só serão conhecidas após o término do prazo", dizia o relatório.

Desempenho da carteira

Desde outubro de 2020 quando essa carteira de recomendações foi criada, a carteira Small Caps Nu invest teve um desempenho de 47,17% de alta, enquanto o índice de Small Caps (SMLL) da bolsa brasileira registrou um desempenho de 12,97% no mesmo período. Veja na imagem abaixo:

Créditos: Reprodução/Nu invest
Créditos: Reprodução/Nu invest

Essa foi a carteira de Small Caps da Nu invest. Esperamos ter te ajudado. Bons investimentos!