O mercado de capitais brasileiro nunca esteve tão bem, apesar de estarmos em uma pandemia, e quem atesta isso é o próprio Ibovespa que bateu um recorde histórico de 130 mil pontos na primeira semana de junho de 2021. Outro exemplo é a onda de oferta pública inicial (IPO), uma operação que traz mais empresas à Bolsa de Valores de São Paulo, a B3.

E o que a alta do IBOV quer dizer? Por trazer o desempenho das maiores ações em negociação na B3, o Ibovespa em alta nos mostra principalmente que a economia brasileira, liderada pelas atividades econômicas das empresas, anda agora em sentido contrário à crise de covid-19 - com estilo.

"A recuperação econômica mais rápida do que a esperada- agora modelamos para 2021 um crescimento do PIB de 5,3% vs. 4,3% um mês atrás e 3,5% no início do ano - e a melhoria da situação fiscal (nossa equipe macroeconômica agora espera dívida bruta em relação ao PIB, no final do ano, em 81,6%, em comparação com as projeções acima de 90% há alguns meses) ajudam a explicar o aumento do otimismo e a recuperação do Ibovespa (em reais e em dólares)", explica o BTG Pactual em relatório.

Revirando os centros de resultados das empresas listadas na bolsa, é possível ver que muitas delas tiveram resultados incríveis no primeiro semestre deste ano, por exemplo. Como outra amostra de alta, temos também a ruptura das baixas na Selic, a taxa básica de juros do Brasil que ostenta um nível de 6,25% atualmente e alimenta no mercado uma expectativa de 8,25% até o final do ano, segundo as últimas projeções divulgadas pelo Banco Central.

Apesar das gigantes da bolsa bancarem as estastísticas, o atual cenário também tem lugar guardado para as empresas menores, cujas ações são chamadas pelo mercado de Small Caps, tema desta matéria. Veja abaixo o que é esse tipo de ação e acesse a carteira recomendada pelo BTG Pactual em outubro de 2021 - que foi aumentada de 5 para 10 ações. Confira!

O que é uma small cap?

Small Cap é a ação de uma empresa da bolsa de valores (B3, no caso do Brasil) que apresenta bastante potencial de valorização a prazos mais curtos. É o caso de empreendimentos jovens e com uma margem de crescimento ainda alta em seu setor - sendo então o contrário das grandes empresas que já estão consolidadas no mercado.

Apesar de não haver uma regra fixa para a classificação de uma ação como small cap, os especialistas fazem essa análise com base no valor de mercado da empresa: a small cap tem valor de mercado (capitalização) menor frente às demais. O banco de investimentos BTG Pactual, por exemplo, fixa um valor de mercado informal de R$ 15 bilhões.

Desta forma, ao investir em uma small cap, você estará compondo sua carteira com um ativo variável de teor muito arriscado, visto que a empresa ainda está encaixando as atividades e tentando conquistar seu lugar em meio à concorrência, assim, consequentemente, os ganhos que esse tipo de ativo pode gerar costumam ser significativos - assim como as perdas.

Quer ter uma ideia de quais ações são classificadas como small cap? Então veja abaixo a carteira elaborada pelo BTG Pactual composta por 10 ativos desse tipo, recomendada para o mês de outubro de 2021.

Small Caps em outubro: BTG Pactual divulga carteira com 10 ações

Os especialistas em ações do BTG Pactual mantêm várias recomendações públicas, como carteiras focadas em ações, dividendos e small caps. Agora em outubro, os analistas tomaram a decisão de aumentar o portfólio de small caps de 5 para 10 ações, devido ao avanço desse tipo de ativo nos últimos anos.

"Decidimos aumentar nosso portfólio de Small Caps para 10 ações, de 5, uma vez que o número de opções de small caps listadas aumentou significativamente nos últimos dois anos. Acreditamos que, ao aumentar o número de ações, oferecemos aos nossos clientes um portfólio mais diversificado e abrangente. Os recém-chegados: Desktop, Sinqia, 3tentos, Soma, CBA e ClearSale são as novidades deste mês. Quem fica e quem sai: Vamos, SLC, 3R e Orizon mantêm suas posições, enquanto a Lavvi sai", disseram os especialistas do BTG Pactual.

As novidades da carteira

Como você pôde ter percebido acima, algumas das novidades são ações de empresas novas no mercado de capitais, isto é, de companhias que fizeram oferta pública inicial (IPO na sigla em inglês) recentemente, sendo elas:

  • Desktop (DESK3): a maior provedora de internet do estado de São Paulo, e uma das principais do país, que estreou na B3 em julho deste ano;
  • 3tentos Agroindustrial (TTEN3): player do setor agrícola que opera com várias atividades, como produção de sementes e venda de defensivos e fertilizantes, dentre outras. A empresa também entrou na B3 em julho, mas por meio de oferta restrita;
  • Companhia Brasileira de Alumínio ou CBA (CBAV3): a indústria de alumínio, que possui uma pegada sustentável, entrou para o mercado de capitais em julho após IPO;
  • ClearSale (CLSA3): com clientes como Lojas Renner e Magalu, a ClearSale é uma empresa de antifraude focada em segurança digital a e-commerces que estreou na B3 no fim de julho deste ano.

De outro lado, a Lavvi (LAVV3), que fez IPO em 2021, saiu do portfólio em outubro.

Outra novidade do mês é a empresa Sinqia (SQIA3), que captou R$ 400 milhões em setembro com uma oferta restrita, renovando "sua capacidade para mais uma rodada de novas fusões e aquisições", explica o BTG Pactual.

Veja abaixo todas as 10 ações da carteira de Small Caps de outubro:

Carteira de Small Caps de outubro - BTG Pactual
Empresa Ação Setor Valor de mercado (R$ bi) Peso (%)
SLC Agrícola SLCE3 Agronegócio 8.685 10
Vamos VAMO3 Aluguel de Veículos 14.486 10
3R Petroleum RRRP3 Petróleo & Gás 5.639 10
Orizon ORVR3 Serviços Básicos 1.991 10
Desktop DESK3 Telecomunicações 2.121 10
Sinqia SQIA3 Tecnologia 1.860 10
ClearSale CLSA3 Tecnologia 4.371 10
3Tentos TTEN3 Agronegócio 4.694 10
Soma SOMA3 Varejo 13.301 10
CBA CBAV3 Metais & Mineração 8.330 10
Fonte: BTG Pactual.

- Veja todas as informações sobre a carteira de outubro do BTG Pactual.

Quem fica na carteira em outubro

SLC Agrícola - SLCE3

Sendo outra a estreiar na carteira de small caps de setembro e permanecer no portfólio em outubro, a SLC Agrícola produz soja, milho e algodão, bem como faz plantio de pastagem e criação de gado.

Fundada em 1977, a empresa de agronegócio chama a atenção dos especialistas do BTG Pactual.

"Apesar da boa performance no acumulado do ano no preço das ações e o valuation um pouco exigente, a ação está negociando 28% abaixo do histórico com base no EV/EBITDA 22E e 19% abaixo dele em 2024 (considerando preços de commodities de longo prazo mais normalizados).", disseram os especialistas. Até a atualização desta matéria, a ação SLCE3 registrava uma valorização de 76,15% em 2021.

Orizon - ORVR3

Voltando ao portfólio em setembro, a Orizon é uma empresa brasileira que trata e transforma resíduos em matéria-prima e energia. Fundada em 2009, a companhia começou a ser negociada na B3 recentemente, em 17 de fevereiro de 2021 após concluir um IPO.

A Orizon está no meio de uma tramitação que pode render frutos à empresa, tratando-se de um leilão de ativos da Estre, maior empresa de aterro sanitário do país que está em recuperação judicial. Acontece que a Orizon, ao lado do fundo de ativos estressados da Jive, comprou a dívida da Estre com desconto. O leilão, que deve ser feito em breve, prevê a venda de sete importantes aterros sanitários mais uma planta de recuperação de resíduos.

Assim, os especialistas decidiram incluir as ações da Orizon na carteira de small caps novamente, devido a otimismo em relação ao leilão que deve ser impulsionada pelos novos ativos da Estre.

3R Petroleum - RRRP3

A 3R Petroleum é uma empresa do setor de óleo e gás que possui foco em redesenvolvimento de campos maduros em produção mantidos em terra (onshore) e em águas rasas (shallow water). A empresa explora, produz e vende petróleo e os derivados do produto, gás natural, dentre outros, e também atua com importação e exportação.

A petrolífera passou por recuo nas ações e no preço do brent, um tipo de petróleo, nas últimas semanas, mas os especialistas do BTG Pactual entendem que haverá uma recuperação gradativa. Outro ponto importante é que a 3R Petroleum está em negociação com a Petrobras para uma potencial aquisição do Polo Potiguar.

"Como um dos nomes mais baratos em todo o setor de Petróleo e Gás da América Latina (ainda mais após recentes fusões e aquisições), e com um bom potencial de crescimento da produção nos próximos 5 anos, acreditamos que o risco-retorno da 3R é assimétrico para o lado positivo. Também pode ser uma boa opção para os investidores que procuram exposição aos preços fortes do Brent com exposição reduzida a riscos políticos", explicam os especialistas do BTG Pactual.

Grupo Vamos - VAMO3

Tendo estreado na B3 recentemente, em 29 de janeiro de 2021, o Grupo Vamos está sob gestão da Simpar (SIMH3) e é hoje considerado líder em locação de caminhão, máquinas e equipamentos no Brasil.

"Estamos otimistas com a tese de crescimento da Vamos para os próximos anos, beneficiada por uma penetração estruturalmente mais baixa do aluguel de caminhões no Brasil. Acreditamos que esse segmento deve se expandir substancialmente mediante menor custo de capital e crescente conscientização sobre os benefícios da terceirização de veículos. Mais recentemente, a Vamos tornou pública sua meta de longo prazo de aumentar sua frota 6x até 2025, implicando em uma frota total de aproximadamente 100 mil caminhões (consistentemente acima das nossas estimativas do Consenso).", disse o BTG Pactual pelo relatório.

Desempenho da carteira de Small Caps

Em agosto de 2021, o desempenho da carteira, que estava composta pelas empresas Lavvi, Oi, Grupo Vamos, 3R Petroleum e Wiz, apresentou resultado negativo de -9,9% contra uma queda de -3,8% do índice SMLL, e de -2,5% do IBovespa.

em setembro, o portfólio teve alta de 3,2% ante uma desvalorização de -6,4% do índice SMLL e -6,6% do IBOV. Sendo que a ação da SLC Agrícola (SLCE3) registrou a maior valorização da carteira; 11,9%.

Desde de outubro de 2010, a carteira de Small Caps vê alta acumulada de 2.790%, conforme mostram os dados divulgados pelo BTG Pactual.