Uma ajudinha na hora de investir é sempre uma boa pedida não é mesmo? Melhor ainda quando essa ajuda vem de um time de especialistas no assunto! Pensando nisso, o Poupar Dinheiro resolveu trazer aqui a Carteira Recomendada de Dividendos da Nu invest. Você pode conferi-la logo mais abaixo. Mas antes, vamos saber um pouco mais sobre ela.

Carteira Recomendada de Dividendos

A Carteira Recomendada de Dividendos é voltada para quem busca a tão sonhada renda passiva. Para isso, os especialistas da Nu invest buscam por empresas geradoras de caixa, com alta distribuição de dividendos, baixo endividamento, elevadas margens e com modelo de negócio estável e previsível.

O objetivo é superar o índice de Dividendos (IDIV) no longo prazo com uma combinação entre ganhos com proventos e valorização dos ativos. Então, todos os meses ela apresenta uma lista de 10 ações que a Nu invest acredita serem as melhores nesse sentido. Veja abaixo quais são as recomendações de outubro.

Ações para comprar em outubro

Veja abaixo quais são as 10 ações recomendadas pela Nu invest para outubro de 2021 na categoria pagadoras de dividendos:

Créditos: Reprodução/Nu invest
Créditos: Reprodução/Nu invest

Saiba mais sobre as ações listadas

Segundo o relatório da Nu invest para as recomendações listadas em outubro, "a distribuição de dividendos pressupõe um fluxo de caixa positivo, estável e, de preferência, crescente. Essas características normalmente são encontradas em companhias mais maduras, cujas indústria e produtos já se provaram vencedores no mercado. Sendo assim, normalmente atribui-se essa característica às grandes empresas da Bolsa brasileira".

Entretanto, quebrando com essa expectativa, algumas empresas menores, consideradas como small caps, inclusive, vêm se destacando entre as pagadoras de dividendos. Esse é o caso da Kepler Weber, cujo valor de mercado é de apenas R$ 1,45 bilhão, mas que está listada na B3 há mais de 40 anos, e que de 2019 para cá vem distribuindo dividendos cada vez mais robustos. Por isso ela foi incluída na recomendação esse mês.

Além disso, o relatório aponta também os próximos meses contarão com uma "chuva de dividendos" nos próximos dois meses, que iniciou já no dia 30 de setembro, com o pagamento de R$ 8,20 por ação divulgado pela Vale (VALE3).

"Outra grata surpresa foi BrasilAgro. A companhia anunciou seu maior dividendo da história. Ao distribuir R$ 260 milhões, o equivalente a R$ 2,62 por Ação, estamos falando, considerando o preço atual das Ações AGRO3, de um retorno em dividendos (dividend yield) de 9,0%. O pagamento deve ocorrer na primeira quinzena de novembro", diz o relatório.

Além disso, a Copel anunciou um montante bruto total de R$ 1,4 bi a serem pagos no dia 30 de novembro, porém, nesse caso, as já começaram a ser negociadas ex-dividendos no dia 1º de outubro. "O montante, dividido entre R$ 1,1 bi de dividendos e R$ 240 milhões sob a forma de juros sobre capital próprio (JCP), se resumem em um pagamento de R$ 2,60 por UNIT, já livre do imposto de renda sob o JCP. Considerando a cotação atual das UNITs CPLE11, estamos falando de um retorno em dividendos (dividend yield) de 7,3%", datacou o analista Murilo Brender.

A B3 também confirmou a distribuição de R$ 0,19 em proventos por ação, o que representa 1,4% de retorno em dividendos. Já a Coca-Cola tinha um pagamento de R$ 0,24 por BDR no dia 01 de outubro (0,5% de dividend yield). Até o final do ano, também prevê-se uma nova distribuição de proventos da Taesa, por volta de novembro, e a confirmação da redução de capital da Kepler Weber com a consequente distribuição de seus R$ 9,17 por ação.

Mudanças do mês

Para o mês de outubro em diante, a carteira Dividendos Nu invest passa a contar com a Kepler Weber (KEPL3) em sua composição. As ações entram na carteira com 15% de alocação, que virão da redução da exposição em Coca-Cola (COCA34), de 15% para 5%, e de Vibra Energia (BRDT3), de 10% para 5%.

"Sendo assim, além de justificar a entrada da companhia de agronegócio, aproveito para evidenciar a chuva de dividendos que acabou de começar para quem acompanha esta carteira e explicar por que, mesmo com a queda abrupta do minério de ferro, as Ações VALE3 continuam, na nossa visão, uma barganha", disse ainda o relatório.

Desempenho da carteira

Desde março de 2021 quando essa carteira de recomendações foi criada, a carteira Dividendos Nu invest teve um desempenho de 6,47% de alta, enquanto o índice de Dividendos (IDIV) da bolsa brasileira registrou um desempenho de 5,84% no mesmo período. Veja na imagem abaixo:

Créditos: Reprodução/Nu invest
Créditos: Reprodução/Nu invest

Essa foi a carteira de Dividendos da Nu invest. Esperamos ter te ajudado. Bons investimentos!