Na segunda-feira passada, 11 de julho, o Nubank anunciou que sua conta não terá mais o rendimento do CDI diário nos primeiros 30 dias de aplicação. Essa novidade foi anunciada junto com uma nova ferramenta em seu aplicativo: as Caixinhas do Nubank (você pode saber mais sobre elas clicando aqui).

A mudança deu o que falar, é claro, pois o CDI diário foi um dos fatores que tornou o banco famoso há alguns anos e mutias pessoas abriram contas na startup em função disso. Diante desse acontecimento, muitos estão se fazendo a seguinte pergunta: e agora, ainda vale a pena deixar dinheiro no Nubank?

É para responder essa e para explicar melhor sobre o novo funcionamento da conta que trazemos esse artigo, então, continue a leitura para tirar suas dúvidas.

Mudança no rendimento

Segundo o Nubank o rendimento automático da conta do Nubank e da função Dinheiro Guardado vai continuar, mas de um jeito diferente: o valor de novos depósitos que permanecerem por mais de 30 dias na conta vai render 100% do CDI automaticamente todos os dias úteis.

Assim que chegar o 31º dia, seu dinheiro recebe automaticamente o rendimento retroativo dos 30 dias iniciais e, a partir daí, passa a render todos os dias úteis. Ou seja, a liquidez do Nubank agora passa a ser parecida com a da poupança, que também só rende depois de 30 dias.

A diferença é que após os 30 primeiros dias o rendimento do dinheiro na NuConta volta a ser diário enquanto que a poupança segue tendo uma liquidez mensal.

Por que essa mudança agora?

O Nubank não deixou claro qual foi a razão dessa mudança. Ela tem relação, em parte, com as Caixinhas do Nubank. De um lado, muitos clientes acreditam que, essa é uma forma de incentivar ou sugerir aos clientes outras formas de aplicação. Por outro lado, a mudança também tem uma vantagem: agora não há mais desconto de IOF.

Isso porque o IOF é um imposto que incide de forma regressiva sobre o rendimento dos valores que ficam menos de 30 dias aplicados. Como nos primeiros 30 dias não haverá mais rendimento, os clientes não precisarão mais pagar o imposto e nem o banco calcular o valor do desconto a cada transação (e deveriam ser milhares todos os dias).

Ainda vale a pena deixar dinheiro no Nubank?

A resposta para essa pergunta depende dos objetivos que você tem para o seu dinheiro. Se você precisa de uma liquidez diária logo após colocar o dinheiro na conta, ou seja, se quer ter acesso a a ele de forma rápida e ainda assim poder obter algum rendimento, então a conta do Nubank pode já não ser a melhor opção pra você.

Ainda assim, vale lembrar que o rendimento da conta segue exatamente o mesmo, afinal, fechados os 30 primeiros dias, o valor de todo o mês do CDI será acrescentado ao valor do dinheiro deixado na conta e então, o rendimento passa a ser diário. A única diferença é que o cliente não verá o dinheiro rendendo nesses primeiros 30 dias e não receberá o rendimento se o valor for sacado antes.

Além disso, se o cliente não tem muita pressa para fazer o resgate e acredita que não vai precisar do dinheiro antes de 30 dias, a mudança não vai afetá-lo. Também pode-se dizer que, se houver a necessidade de resgatar, ele não irá perder dinheiro nenhum.

Então, responda você: ainda vale a pena deixar seu dinheiro no Nubank?

Se a resposta for não, ou se você ainda está em dúvida, confira abaixo algumas alternativas disponíveis.

Alternativas que rendem 100% do CDI

Existem outros bancos cujo rendimento está atrelado ao CDI e cuja liquidez é diária desde o primeiro dia. Veja abaixo algumas opções:

  • PicPay: até 102% do CDI, com rendimento automático;
  • Digio: dinheiro na conta rende 100% do CDI automaticamente.

Outra alternativa: CDB diário

O CDB, sigla para Certificado de Depósito Bancário é outra alternativa interessante e muitos bancos digitais a utilizam oferecendo rendimentos de CDB diário ao invés de CDI diário. O CDB, basicamente, é um certificado de que o cliente do banco está emprestando dinheiro ao banco para que ele financie suas atividades de crédito.

Suas rendabilidades variam bastante e há opções prefixadas e pós-fixadas e o indicador mais comum dos CDBs pós-fixados é justamente o CDI. Portanto, o rendimento em CDB diário será muito parecido com um rendimento em CDI diário.

Conheça abaixo algumas opções de bancos cujo rendimento seja de CDB diário.

CDB diário do Inter

O Inter possui uma conta digital que não possui o rendimento automático, caso o usuário apenas deposite o valor. Mas nessa conta digital, é possível aplicar o dinheiro no CDB do Banco Inter, ativo de renda fixa (tão seguro como a poupança, mas que rende mais). Rendendo 100% da taxa CDI, nesse caso você investe no CDB e o dinheiro passa a render com liquidez diária e a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

CDB diário do C6 Bank

Assim como no Inter o C6 Bank também não oferta o rendimento automático da conta corrente. Dessa maneira, para que o dinheiro passe a render, com segurança, rentabilidade acima da poupança e com liquidez diária, é preciso investir em ativos de renda fixa, como os CDBs.