As pessoas já estão cansadas de ouvir falar que a poupança, ainda que seja uma forma muito tradicional de guardar dinheiro, não possui um bom rendimento. Em contrapartida, a conta do Nubank vem sendo considerada como uma boa alternativa. Muitas pessoas têm optado por criar uma conta no banco digital e deixar seu dinheiro lá.

A primeira coisa importante para entender é que enquanto a poupança rende apenas 70% da Selic, a conta do Nubank rende 100% do CDI. Qual a diferença? Na verdade, a Selic e o CDI são muito semelhantes. Nesse momento, por exemplo, a Selic está em 2,75% ao ano, enquanto o CDI rende 2,65% ao ano. Isso quer dizer que o dinheiro depositado no Nubank renderá exatos 2,65%. A poupança, um pouco menos do que isso (cerca de 1,92%).

Além disso, é importante considerar também que o rendimento da conta do Nubank é diário, enquanto que das poupanças são mensais. Ou seja, a partir do momento que você coloca o dinheiro na conta, você começa a receber os juros no Nubank. Numa poupança você terá que fechar um ciclo inteiro para receber o rendimento. E se precisar sacar antes disso, você não receberá o rendimento.

Rentabilidade x Rendimento

Existe uma diferença entre rentabilidade e rendimento e é importante compreender isso para poder calcular o seu rendimento. Basicamente, a rentabilidade é a taxa de quanto sua aplicação vai pagar sobre o valor investido - em outras palavras: ela é uma porcentagem que indica o quanto você irá ganhar.

Já o rendimento é um número - o valor que você receberá como retorno daquele investimento. Se você investir R$ 5 mil, portanto, com uma rentabilidade de 5% ao ano, o seu retorno será de R$ 250, o equivalente a 5% de R$ 5 mil. Nesse exemplo, o rendimento do investimento foi de R$250, enquanto a rentabilidade foi de 5%.

Existem também diferentes tipos de rentabilidade: a bruta e a líquida. A bruta não considera os descontos de impostos, taxas administrativas e operacionais cobradas no vencimento ou resgate do investimento; a rentabilidade líquida é aquela que já sofreu esses descontos - portanto, o quanto você realmente ganhou em cima do montante aplicado.

É importante dizer também que se tratando de investimentos, maior será a rentabilidade quanto maior for o prazo da aplicação. Isso acontece pois o valor é corrigido por juros compostos, o famoso juros sobre juros.

Ok, mas afinal, como calcular o rendimento do Nubank?

Como fazer o cálculo

Tendo como base essas informações acima, fica mais fácil calcular o seu rendimento, afinal, você já sabe que a sua rentabilidade será de 2,65% ao ano, não é mesmo? Isso significa que, em média, a conta do Nubank tem um rendimento de 0,22% ao mês atualmente.

Pegando um valor de R$ 100,00, por exemplo, passado um mês você terá R$ 100,22. No segundo mês R$ 100,44 e assim por diante. Ao fim de um ano, serão R$ 102,65. E sim, esse não é um valor muito alto, de fato, mas ainda será melhor do que a poupança, pois nela, você alcançará no máximo R$ 101,92.

Porém, é preciso considerar que sobre esses juros ainda incidem dois impostos obrigatórios: o IOF e o Imposto de Renda. Conforme explica o próprio Nubank, o IOF é cobrado somente quando existe retirada de dinheiro da conta - em transferências, pagamento de fatura e pagamento de boleto, por exemplo.

Já o IR é cobrado logo que seu dinheiro começa a render. Mas o saldo da sua conta que sempre vai aparecer no aplicativo do Nubank é o seu saldo líquido, ou seja, já teve o desconto do Imposto de Renda, significa que você não precisa se preocupar em pagar nenhum dos dois impostos. Isso é feito de forma automática.

O IOF cobrado corresponde a uma porcentagem do rendimento, que varia de acordo com o número de dias que o saldo ficou depositado na conta, quando ocorre o saque dos valores depositados. Essa porcentagem é regressiva, ou seja: quanto maior o número de dias que o valor não for resgatado, menor será a porcentagem do rendimento que incidirá o IOF.

Se o depósito for resgatado depois de 3 dias, por exemplo, o IOF será cobrado sobre 90% dos rendimentos. Porém, se o depósito for resgatado depois de 10 dias, será cobrado sobre 66% dos rendimentos. Se o depósito for resgatado depois de 30 dias, não incidirá sobre os rendimentos.

A alíquota do Imposto de Renda que incide sobre os rendimentos, por sua vez, também varia de acordo com o prazo da aplicação. Ou seja: quanto mais tempo o dinheiro fica, menor a porcentagem de imposto de renda que incide sobre ele. A alíquota varia de 22,5% a 15%.

Apesar desses impostos, os cálculos de rendimento mostram que, ainda assim, a conta do Nubank rende mais do que a poupança.

Simulador

Sim, são muitas informações e muitas variantes a serem levadas em consideração. Por isso, o próprio Nubank criou um simulador que facilita a vida dos clientes e interessados. Assim fica muito mais fácil verificar os rendimentos.

É possível simular diversos cenários, alterando o depósito inicial e o valor adicional depositado por mês, por exemplo. O simulador faz ainda uma comparação com a poupança, para que se tenha uma ideia da diferença nos valores.

No site do Nubank é possível utilizar o simulador para diversos cenários possíveis. Créditos: Reprodução/Nubank
No site do Nubank é possível utilizar o simulador para diversos cenários possíveis. Créditos: Reprodução/Nubank

Clique aqui e acesse a calculadora da conta do Nubank.

A conta do Nubank

A conta do Nubank foi lançada em 2017, ela é totalmente digital, e tem a proposta de ser transparente e livre de tarifas de manutenção. Além de render mais que a poupança, ela ainda oferece TEDs gratuitas e ilimitadas, cartão com a função débito, entre outros benefícios.

Na prática, ela não é nem uma conta corrente e nem uma poupança. Ela é uma conta de pagamentos, que permite que o dinheiro depositado nela seja aplicado em Títulos Públicos Federais e fique sempre rendendo. Os clientes também podem optar por depositar seu dinheiro em Recibos de Depósito Bancário (RDB) ao invés de títulos públicos.

Todo o saldo, inclusive rendimentos, pode ser transferido para outras contas do Nubank ou contas de outros bancos, ser usado para pagar contas ou ser gasto na função débito.