Como já era esperado pelo mercado financeiro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), decidiu elevar a taxa básica de juros do Brasil, pela quinta vez consecutiva, na última reunião realizada no fim de setembro. Agora a Selic se encontra em 6,25% ao ano.

Nesse cenário de incertezas econômicas e diante de investimentos em renda fixa que vão se tornando cada vez mais atrativos, como é o caso do Tesouro Selic, muitos investidores estão revendo suas carteiras e procurando por ativos que tenham uma rentabilidade mais interessante, até porque a inflação dos últimos 12 meses já passa dos 9% e todos querem investimentos que cupram o aumento dos preços.

Nesse sentido, os rendimentos de dividendos acima da taxa de juros para algumas empresas são vistos como uma boa oportunidade pois os investidores possuem uma “garantia” de retorno, além de seus possíveis ganhos com a performance da ação. Ou seja, além da possibilidade de ganho de capital, o investidor conta também com uma rentabilidade adicional na forma de proventos.

BRDs com bom dividend yield

Pensando nisso, a XP apresenta uma lista de Brasilian Depositary Receipts (BDRs), ou seja, de ações ligadas a empresas internacionais, lastreadas em ações listadas em bolsas estrangeiras, que podem pagar um dividend yield (rendimento dos dividendos) acima de 6,25% ao ano.

Veja a lista na imagem abaixo

Créditos: Divulgação/XP
Créditos: Divulgação/XP

Como comprar BDRs?

O investimento em BDRs pode ser feito por meio de uma conta em uma corretora de investimentos. O processo é idêntico ao de um investimento em ações. Basta o investidor buscar pelo BDR que mais lhe interessa e realizar a aplicação

Tributação dos BDRs

Porém, sempre vale lembrar dos tributos. No caso dos BDRs, os dividendos são tributados no país em que os papéis estão lastreados. Se o investidor adquire um BDR de uma empresa norte-americana, por exemplo, ele será tributado de acordo com a lei americana, ou seja, 30% será retido para o governo dos EUA.

Mas além do imposto do país de origem, também há uma taxa média de 3% a 5% sobre o pagamento, que fica retida na instituição financeira responsável por originar estes recibos. Na maioria dos casos, estes agentes são os grandes bancos estrangeiros.

E por fim, o nosso leão também morde a sua fatia. De acordo com a tabela progressiva da Receita Federal, se o rendimento dos dividendos superar o valor de R$ 1903,98 ao mês, a pessoa física deverá recolher a alíquota correspondente às faixas de rendimento. Veja a tabela abaixo.

Base de cálculo Alíquota
Até R$ 1.903,98 0%
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 7,5%
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15%
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,50%
Acima de R$ 4.664,68 27,50%

Ainda assim, muitos investidores consideram que vale a penas investir em BDRs. Porém, tudo depende também do perfil do investidor e do objetivo que ele tem para o dinheiro, entre outros fatores, que sempre precisam ser levados em consideração.

E aí, esse artigo te ajudou? Se sim, compartilhe nas suas redes sociais!